Calmante natural: o maracujá é, de fato, eficiente para controlar a ansiedade do dia a dia?


  • +A
  • -A
Imagem do post Calmante natural: o maracujá é, de fato, eficiente para controlar a ansiedade do dia a dia?

Quem nunca passou por um momento ou até um período maior de ansiedade? Diferentes situações na vida tendem a causar isso, como uma situação que nos deixa inseguros, à espera de uma resposta ou solução. Os sintomas vão além do frio na barriga e mãos transpirando. “A ansiedade causa uma descarga adrenérgica no organismo que pode levar a vários efeitos incluindo alterações cardíacas”, explica a neuropediatra Sueli Rizzutti. Nesse momento, muitas pessoas recorrem aos princípios ativos contidos no maracujá. Será que realmente funciona?

Ansiedade de leve à moderada

A ansiedade pode prejudicar o desempenho esportivo, no trabalho e nos relacionamentos interpessoais, pois, em geral, ela é associada à frustração que aparece quando determinadas situações não encontram o desfecho esperado. Sueli afirma que, em um quadro de ansiedade de leve à moderada, o paciente pode ter diferentes manifestações do problema. “Sintomas cardiovasculares como palpitações, tontura e sensação de desmaio apresentam medos e preocupações exagerados, irracionais, em relação a várias situações”, explica.

Maracujá é um aliado contra a ansiedade?

O maracujá, que popularmente é conhecido e consumido sob a forma de suco, faz parte da família da passiflora. A profissional explica que ele possui efeitos na ansiedade, mas que formulações concentradas alcançam resultados mais expressivos. “O indivíduo necessita de grandes quantidades para ter um efeito ansiolítico. O extrato de maracujá tem efeito ansiolítico principalmente para ansiedade leve”, explica.

Eliminando a ansiedade e seus efeitos

A ansiedade, se não for tratada, pode se tornar nociva à saúde. No entanto, é importante entender que combater a raiz do problema é mais eficiente do que remediar os sintomas. Desta forma, mudanças no comportamento e estilo de vida são estratégias fundamentais, como reforça a médica. “A terapia cognitivo comportamental pode ajudar muito o paciente, atividades físicas diminuem a ansiedade, técnicas de relaxamento (yoga, massagem) também ajudam a melhorar os sintomas”, finaliza a médica. A alimentação também complementa essa lista de cuidados e deve-se evitar estimulantes como chá mate, café e chocolate.

Dra. Sueli Rizzutti é neurologista e pediatra. CRM-SP 59385

TAGS
ansiedade
psicologico

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Calmante natural: o maracujá é, de fato, eficiente para controlar a ansiedade do dia a dia?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.