Advogada de Curitiba desenvolve transtorno de ansiedade após sofrer acidente


  • +A
  • -A

A ansiedade é uma sensação que ajuda o corpo a se manter em alerta e a se proteger em situações de perigo. Ou seja, a ansiedade, em si, não é necessariamente problemática, mas quando adquire proporções inadequadamente grandes, impedindo que uma pessoa siga sua rotina e faça atividades do dia a dia, como falar em público, conhecer pessoas ou ir a uma festa, ela passa a ser considerada um problema.

 

Cansaço e irritação são sintomas do transtorno de ansiedade

 


Ana Paula W., advogada e moradora de Curitiba, no Paraná, passou por uma situação semelhante. “A ansiedade me deixava agitada, com insônia e palpitação. Tinha medo, irritabilidade e indisposição”, afirma. Estas características são típicas de um quadro de transtorno de ansiedade, doença diagnosticada pelo médico da advogada no mesmo período em que estava desenvolvendo também a síndrome do pânico.

“Fui uma pessoa agitada, sociável e comunicativa durante toda a vida. Mas, depois de sofrer um acidente de carro aos 40 anos, deixei de ter disposição para ir ao escritório trabalhar e de conseguir me concentrar”, explica a advogada, que hoje está com 44 anos. Ela passou a ficar ansiosa e agitada a ponto de passar mal ao entrar em aviões, apesar de sempre ter amado viajar.

 

Ansiedade exagerada pode causar perda ou ganho de peso

 


Além dessas características, o transtorno de ansiedade ainda apresenta outros sintomas que indicam que a doença está prejudicando o corpo. “São vários os indícios, como alterações duradouras para mais ou para menos de sono, de apetite e peso, da fadiga, da capacidade de memorizar fatos, além do aumento na percepção de dores de cabeça, dores pelo corpo e alteração do hábito intestinal”, explica o psiquiatra Eduardo Humes.

A curitibana conviveu com o problema por dois anos, antes de receber o diagnóstico e começar o tratamento. “Iniciei o tratamento de forma gradativa e, em aproximadamente 30 dias, o quadro foi melhorando. Passei a dormir melhor e não ter mais a sensação de que tudo era para ontem. As coisas ficaram centradas e tudo se restabeleceu”, diz Ana Paula. A advogada fez o tratamento com medicação, mas a terapia, em conjunto com os remédios, também costuma apresentar respostas positivas.

 

Dr. Eduardo de Castro Humes é psiquiatra e psicoterapeuta formado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. CRM-SP: 108239

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dr. Eduardo de Castro Humes

Dr. Eduardo de Castro Humes

Psiquiatria

CRM: 108239 / SP

TAGS
ansiedade
psicologico
superacao

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

13 comentários para "Advogada de Curitiba desenvolve transtorno de ansiedade após sofrer acidente"

Socorro feitosa

Eu desenvolvi esse mesmo problema. Passei a ter logo após minha kza ter sido invadida por ladrões, e eu estava em kza com meu companheiro. Ñ conseguia dormir, comia muito, muito medo e como sou hipertensa, devido a falta de sono minha pressão arterial foi as alturas. Fui ao médico sem demora a fui diagnosticada com ansiedade e início de síndrome do pânico. Estou em tratamento ainda, porém bem melhor graças a Deus

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Socorro, como você fez, é importante realizar o tratamento e acompanhamento médico, afim de alcançar a melhora na saúde e qualidade de vida. Abraços.

Helenice

Gostei muito bom

Uedson Santos

Meu problema psicológico faz com que minha pressão arterial sobe também me da dor no peito e dormência nas mãos. Já fiz todos os exames cardiacos solicutado pelo Cardiologista e não apresentou nenhum problema.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Uedson. Para identificar a ansiedade e níveis patológicos e iniciar o tratamento mais adequado é necessário buscar atendimento com o psiquiatra. Esse especialista poderá orienta-la de forma completa e com o devido tratamento será possível trazer grande melhora na sua qualidade de vida. Continue nos acompanhando para receber mais informações e dicas como essa. Abraços.

Jackson de Melo

Realmente, fui diagnosticado como depressão. Minha alegria se foi…! Vontade de dormir, como não consigo, fecho os olhos! Estou com medicamento cloridrato de venlafaxina, mas sem respostas!

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Jackson. A depressão é um transtorno que exige o engajamento em um tratamento composto por psicoterapia e uso de medicamentos antidepressivos. Dependendo da intensidade do quadro, pode ser indicado ao paciente apenas a terapia, com boas chances de resultados positivos. Já quando a intensidade é moderada ou grave, os remédios são imprescindíveis para melhorar a resposta ao tratamento. Continue nos acompanhando para receber mais informações e matérias como essa. Até breve.

Lufis C ikeno

Sofro de ansiedade passei muito mal em 2014 tinha todos os sintomas ja relatados pelos colegas acima faço uso do medicamento Exodos do laboratorio Aché me dei muito bem tinha diminuido pra 10ml apos 2 anos voltei a sentir os sintomas dai a psiquiatra aumentou ora 15ml novamente estou muito bem.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Lufis. Agrademos por compartilhar seu relato, e ficamos felizes por saber da sua melhora. A crise de ansiedade normalmente ocorre com pessoas diagnosticadas com transtorno de ansiedade generalizada, que se diferencia da ansiedade normal. Esse quadro mais sério gera preocupação e apreensão excessivas, resultando em sintomas como inquietação, irritabilidade, perturbação do sono e dificuldade de concentração. Diante dos sintomas é crucial buscar atendimento com o profissional adequado para iniciar o tratamento mais eficaz e assim trazer maior qualidade de vida para o paciente. Abraços.

Cleusa Cardoso

Não sinto ansiedade, sofro ao participar e ver problemas das pessoas, ajudo de toadas as formas com grande vontade, após resolver tenho torcicolo. O médico me disse que é emocional. Tomo medicamento Dual há dois anos, solucionou minhas dores..,

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Cleusa. É importante buscar atendimento com o psiquiatra para que seja identificado a causa desses sintomas e assim iniciar o tratamento mais adequado e eficaz para você. Continue por aqui para receber mais informações e matérias como essa. Até breve.

Marise

Como diferenciar depressão e ansiedade? São sintomas iguais?

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Marise. Temos uma matéria que aborda exatamente essa questão. Clique no link abaixo e confira. Abraços.

https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/depressao/paulistana-familia-ansiedade-depressao

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.