A terapia pode ajudar a aliviar os sintomas de ansiedade? Psicóloga defende os benefícios do acompanhamento clínico e fitoterápicos


  • +A
  • -A

Quando a ansiedade começa atrapalhar sua vida pessoal e profissional, é bom ligar o alerta. A primeira coisa a se fazer é procurar ajuda psicológica, que vai indicar o tratamento adequado para o problema. “Na verdade, qualquer pessoa pode ir ao psicólogo, a qualquer momento. Nossa cultura é que tende a essa busca somente quando já existe um problema crônico ou quando algo grave acontece”, afirma a psicóloga Valeska Pereira, do Rio de Janeiro. “Se a pessoa começa a experimentar sinais de ansiedade, pode imediatamente procurar o auxílio de um profissional”.

A terapia é fundamental para o controle da ansiedade

 

As pessoas ansiosas têm uma forma distorcida de ver as coisas, muitas vezes exagerando a probabilidade de que eventos negativos venham a acontecer. De acordo com a especialista, a terapia tem um papel crucial no tratamento. “A ansiedade acaba colocando o indivíduo em um modo de defesa constante, como se estivessem sempre em perigo”, explica a psicóloga. “A terapia ajuda a corrigir essa percepção, tornando os pensamentos mais condizentes com a realidade. Atualmente, a terapia cognitivo comportamental é a mais indicada para esses casos, pois conjuga experimentos práticos e o trabalho de mudança na forma de pensar do indivíduo”.

Medicamentos fitoterápicos ajudam no tratamento da ansiedade

 

A psicóloga explica que existem várias substâncias fitoterápicas que podem promover um relaxamento mental e corporal, mas por terem ação curta, servem como um auxílio em momentos de mais estresse. “O ideal também é buscar um médico para uma avaliação da necessidade de medicamentos e fazer o tratamento juntamente com um psicólogo, que vai ajudá-lo a lidar com a ansiedade”, ressalta.

Cuidado: a ansiedade pode desencadear outros transtornos psicológicos

 

A ansiedade pode ser associada a vários transtornos psicológicos, como síndrome do pânico, o TOC (transtorno obsessivo compulsivo) e ansiedade social. “Há também o risco de depressão, já que pode acontecer do indivíduo ter diversos aspectos da sua vida prejudicados”, pontua a psicóloga, explicando que taquicardia, respiração ofegante, tonteiras e mãos suadas são os sintomas físicos mais comuns do problema.

 

Se você ainda tem dúvidas sobre a possibilidade de estar sofrendo de ansiedade, o ideal é que você procure um médico para uma avaliação, começando o tratamento para o controle do transtorno o quanto antes.

 

Valeska Pereira é psicóloga clínica, terapeuta cognitivo-comportamental e mestre em Saúde Mental pelo PROPSAM-IPUB/UFRJ. CRP: 05/34252

 

TAGS
ansiedade
psicologico

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

2 comentários para "A terapia pode ajudar a aliviar os sintomas de ansiedade? Psicóloga defende os benefícios do acompanhamento clínico e fitoterápicos"

Como dominar a ansiedade? Existe alguma técnica de domínio sobre á mesma?

CUIDADOS PELA VIDA

Olá,
Realmente é muito complicado lidar com os momentos de ansiedade. O ideal é buscar um médico para uma avaliação sobre a necessidade ou não do uso de medicamentos, e fazer o tratamento juntamente com um psicólogo, que vai ajudá-lo a lidar com a ansiedade.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.