Paciente consegue controlar sintomas e estabilizar o avanço do mal de Alzheimer


  • +A
  • -A

Delírios e alucinações não são sintomas presentes apenas em pacientes com esquizofrenia. Quem sofre com mal de Alzheimer também pode ter uma visão bastante distorcida da realidade. Pessoas com a doença podem acreditar que estão sendo perseguidas e enganadas, além de ver e ouvir pessoas e animais que não passam de ilusões mentais. 

Ansiedade e depressão também são causados pelo mal de Alzheimer

Esses sintomas faziam parte do dia a dia da Maria Perpétua R. Stanziola, junto ao estresse constante. Ela tem 83 anos e mora em Ubá, em Minas Gerais. Foi diagnosticada com mal de Alzheimer, mas a doença se agravou depois que perdeu o marido e passou de uma vida fisicamente ativa para um cotidiano bastante sedentário.

Para tratar delírios e alucinações, medicamentos antipsicóticos podem ser utilizados. “A medicação é essencial para o tratamento. Sem ela, o paciente não se estabilizará e manterá os sintomas e a progressão da doença mental”, afirma o psiquiatra Miguel Angelo Boarati. Mas esses não são os únicos sintomas da doença. Os pacientes também podem apresentar insônia, agressividade, depressão e ansiedade. Iniciar o tratamento é fundamental para controlá-los.

Como Perpétua retomou o controle de sua rotina

Para controlar os sintomas e recuperar a qualidade de vida, Perpétua iniciou um novo tratamento contra o mal de Alzheimer, recomendado pelo seu psiquiatra. Há cerca de seis meses, a mineira voltou a viver bem. “O médico comentou que o tratamento não traria a cura do Alzheimer, mas iria estabilizar o avanço da doença e melhorar os sintomas”, explicou a mineira.

Os benefícios não chegaram apenas à paciente, mas a toda sua família. Eles puderam retomar a rotina e levar a vida com mais tranquilidade. Assim como Perpétua, milhares de pessoas também podem melhorar de vida procurando auxílio médico e seguindo as indicações.

 
 Foto: Shutterstock
COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dr. Miguel Angelo Boarati

Dr. Miguel Angelo Boarati

Psiquiatria

CRM: 85105 / SP

TAGS
alzheimer
psicologico
superacao

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

20 comentários para "Paciente consegue controlar sintomas e estabilizar o avanço do mal de Alzheimer"

Anabel dos Santos Silva

achei interessante,todos devemos procurar ajuda de profissionais competentes,para termos qualidade de vida cada vez melhor. A família tem um grande papel no tratamento da pessoas com problemas psiquiátricos.Obrigada.

Cristina C. Chavier

Minha mãe começou a tomar o medicamento Donila em fevereiro/2017 porém não percebemos essa estabilização citada no artigo acima. Pelo contrário, nos últimos meses ela passou a apresentar dificuldade e insegurança para andar sem ajuda de terceiros. Parecia uma fraqueza nas pernas. Quero saber se o Donila pode causar algum efeito colateral nas pernas. Obrigada.

Gilberto

Meu pai está com 76 anos e já fazem 7 anos que está com alzheimer estamos dando os remedios que o Dr. receitou Donila e Exodus. Eu estou com 54 anos e tenho preocupação será que posso ter esse problema tambem? o que fazer para previnir? Pratico esporte como jogar futebol, academia e caminhada.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Gilberto. A Associação Brasileira de Alzheimer (Abraz) aponta que mais de 1,2 milhão de pessoas no país vivem com mal de Alzheimer, doença que provoca a perda da memória recente. O Dr Leandro Minozzo afirma que, além de ler livros, jornais e revistas ao longo de toda a vida, existem outras medidas que ajudam a promover uma boa saúde do sistema nervoso central e, consequentemente, impedir o surgimento do problema. Clique no link abaixo e confira a matéria completa aonde abordamos esse tema. Abraços.

https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/alzheimer/ler-jornal-revistas-alzheimer

Maria da Graça Dias Umada

Meu esposo esta com Alzheimer, agora graças a Deus com o ADESIVO EXOLON PATCH 5 4,6 mgo qual coloco cada 24 horas tenho observado que o mesmo tem apresentado uma pequena melhora.Por ter DPOC e outras problemas faz uso de 16 medicamentos diários.As vezes ele se torna agressivo, mas eu procuro entender.Maria da Graça.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Maria. A maioria das pessoas conhece a doença de Alzheimer pela perda progressiva da memória, que é o principal sintoma do quadro. Porém, este não é o único dano causado no cérebro. O paciente também apresenta outras manifestações, como a agressividade e a irritação. Todos esses sintomas surgem em função das alterações cerebrais que decorrem da doença de Alzheimer. Temos uma matéria com informações sobre esse tema clique no link abaixo e confira. Até breve.

https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/alzheimer/alzheimer-frustracao-agressividade-pacientes

Ana Maria

Minha mãe tomava só o Donila, agora a médica introduziu o Cloridrato de Memantina.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Ana. Agradecemos por compartilhar seu comentário. Desejamos sucesso no tratamento da sua mãe. Abraços.

Márcia Lemos

Minha mãe toma o donila duo e o Brintelix 10mg. Ele é bem caro, mas vale pelos resultados. A doença está estável. Não avançou. Quem receitou foi o neurologista dela, também confirmado pelo geriatra.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Márcia. A doença de Alzheimer tem como principal sintoma a perda progressiva da memória, especialmente a memória recente. No entanto, quando o idoso chega ao estágio mais avançado da doença, a memória começa a afetar até mesmo a capacidade de reconhecer pessoas próximas, como amigos e familiares. Seguir o tratamento indicado pelo especialista é de suma importância para amenizar os sintomas da doença e trazer maior qualidade de vida para o paciente. Até a próxima.

Deuzelita de Oliveira Nunes

Cuido do meu esposo de 78 anos a dez meses foi diagnosticado com o mal de alzaimes e toma donila, no começo foi muito difícil as agora tivemos as informações lendo muito sobre a doença.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Deuzelita. Obrigado por compartilhar seu comentário. Temos mais matérias com informações sobre a doença e dicas de tratamento. Clique no link abaixo e confira. Até a próxima.

https://cuidadospelavida.com.br/busca/alzheimer

Ana clara

Meu marido tem muitos sintomas psiquiátricos. Iniciou com depressão, depois teve o pânico, por varios meses. Então é acompanhado por Neuro e também psiquiatra. Ele toma donila e memantina para o Alzehmer e muitos para a parte psiquiátrica. Seu quadro foi de evolução rápida, mas está calmo como nunca foi.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Ana. Agradecemos por compartilhar seu relato. Seguir a orientação médica é crucial para que o tratamento seja de fato eficaz e assim possa trazer maior qualidade de vida para o paciente. Continue nos acompanhando para receber mais matérias, dicas e informações sobre saúde, doenças e tratamentos. Até breve.

Luyara

Minha avó tem mal de alzaime, foi diagnosticada há uns 2 anos. Hoje ela está com 87 anos de idade, ela toma Donila e razapina, tem alucinações, se esquece rápido de coisas recentes, insônia, não reconhece o lugar onde está, onde mora, se sente enganada…Tem dias que são piores que os outros, principalmente aqueles que ela nem consegue se levantar. Está em uma vida sedentária e solitária. Chora de triste quando lembra que podia fazer tudo e hoje é depende e estar perdendo a memória.😔😔

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Luyara. Obrigado por compartilhar seu relato. Temos mais matérias sobre esse tema com dicas e informações importantes que pode agregar no seu conhecimento e no dia-a-dia com o acompanhamento com sua avó. Clique no link abaixo e confira.

https://cuidadospelavida.com.br/busca/alzheimer

Ary F. da Silva

Minha esposa começou com alzheimer ha uns 08 anos atraz iniciamos o tratamento com médico particular logo no inicio quando ela tinha lapso de memoria e deixava as panelas queimarem, o inicio do tratamento foi com o Exolon Patch 5, 4,6 adesivo que colocavamos no espaço de 24horas que estacionou o estado dela após 3 anos não pude mais comprar este remedio por ser muito caro mudei p/medico do SUS que por não ter esse medicamento mudou o tratamento para o Cloridrato de Memantina 20mg 01 comp. junto com 01 comp. de Cloridrato de Donepezila 10mg a cada 24horas o que tem mantido por enquanto o estado dela estavel até agora.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Ary. Agradecemos por compartilhar seu relato. Com o tratamento adequado é possível amenizar os sintomas da doenças e trazer maior qualidade de vida para o paciente e também para o cuidador. Temos diversas matérias sobre esse tema no nosso site. Clique no link abaixo e confira.

https://cuidadospelavida.com.br/busca/alzheimer

Mayra

Minha mãe está iniciando tratamento com Dolina Duo e sente dores no estômago e náuseas. Esses sintomas são transitórios? Passam com a continuidade do tratamento?

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Mayra. Tendo em vista a saúde da sua mãe como prioridade nessa situação, recomendamos que retorne ao consultório e informe sobre essas manifestações, para o doutor analisar e tomar as medidas necessárias. Enviamos um e-mail, a fim de obter mais informações sobre o ocorrido. Desejamos melhoras. Até breve.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.