Alzheimer: entenda sobre a doença do século


  • +A
  • -A

A doença de Alzheimer é uma doença que não tem cura e vai se agravando conforme o tempo. Apesar disso, há um tratamento que deverá ser seguido corretamente, pois poderá postergar a evolução da doença e proporcionar uma melhor qualidade de vida tanto para a pessoa com Alzheimer quanto para sua família.

Quais são as causas?

A real causa do Alzheimer ainda não foi descoberta, mas existem alguns fatores de risco, como: idade (geralmente a partir dos 65 anos)1, gênero feminino (após 80 anos), síndrome de Down, história familiar positiva, gene de suscetibilidade, colesterol alto, hipertensão na meia idade, hiper-homocisteinemia (aumento excessivo do aminoácido homocisteína), diabetes, tabagismo, inatividade física e cognitiva e traumatismo craniano. Alguns deles podem ser modificáveis, o que mostra a importância da realização do acompanhamento da saúde, de se alimentar bem e de praticar atividade física.

Sintomas

Os sintomas costumam ser mais tardios em pessoas ativas cognitivamente, podendo ocorrer falta de memória para acontecimentos recentes; repetição da mesma pergunta várias vezes; dificuldade para encontrar caminhos conhecidos e para encontrar palavras que exprimam ideias ou sentimentos pessoais, entre outros.

Diagnóstico

O diagnóstico do Alzheimer pode ser facilmente confundido com o de outras doenças ou com o processo de envelhecimento normal. Normalmente o médico faz uma avaliação dos sintomas e da história da pessoa, podendo pedir exames de sangue e imagem e testes psicológicos para verificação das habilidades intelectuais.

Tratamento

Como dito anteriormente, infelizmente não há cura para o Alzheimer, sendo objetivo do tratamento o de retardar a evolução da doença e preservar pelo máximo de tempo possível as funções intelectuais da pessoa. Existem medicamentos que auxiliam nesse processo, no entanto, o ideal é que juntamente com eles seja realizada uma abordagem multidisciplinar da pessoa, com o auxílio de enfermeiros, fisioterapeutas e psicólogos.

Informações: Central Saudável Saber

TAGS
alzheimer
ansiedade

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

2 comentários para "Alzheimer: entenda sobre a doença do século"

Gerlianne

Minha mãe tem 75 anos e está com 2 anos que foi diagnosticado Alzheimer e Afasia progressiva . Faz 15 dias que ela começou a ter surtos e agressão. Esses episódios seria a fase moderada ? Como devemos agir nessas agressões ?

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Gerlianne, é complicado mesmo, acho que uma boa forma para você lidar com essas agressões é reduzindo ruídos, se aproxime com cuidado, não use negativas, seja gentil e quem sabe um álbum de fotos do passado não possa ajudar a controlar a agressividade, mas lembre se sempre, tenha cuidado com você e com os que estão próximos, quanto a fase da doença, acho que o médico que cuida dela esta mais apto a dizer a fase em que ela se encontra. Abraços.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.