Um paciente com Alzheimer avançado precisa ser monitorado constantemente?


  • +A
  • -A
Imagem do post Um paciente com Alzheimer avançado precisa ser monitorado constantemente?

Pacientes com Alzheimer avançado precisam ser monitorados constantemente, pois nesta fase da doença a autonomia é praticamente inexistente. Existe a necessidade de um acompanhante em tempo integral para ajudá-lo a fazer todas as suas necessidades, seja um familiar ou um profissional com experiência nos cuidados de pessoas com essa condição.

“Em quadros de Alzheimer avançado há perda total de autonomia, o que leva o paciente à dependência de cuidados intensivos e monitoramento permanentes. Esse contexto apresenta potenciais riscos para o paciente e desgastes para família e cuidadores. Por isso, é necessário um acompanhamento profissional especializado a cada 3 ou 4 meses, em média, para promover melhora da qualidade de vida de todos os envolvidos, com otimização da funcionalidade e grau máximo de conforto”, aponta a geriatra Aline Bandeira.

 

Sintomas e prejuízos do Alzheimer em estágio avançado

 


Segundo a médica, aproximadamente 21% dos portadores de Alzheimer encontram-se na fase grave da doença, caracterizada, principalmente,
por prejuízo gravíssimo da memória, incluindo dificuldade acentuada na recuperação de informações antigas, como reconhecimento de pessoas e locais conhecidos, o que resulta até mesmo em limitações para se orientar e locomover dentro de casa.

Inúmeras complicações podem ocorrer nessa fase, segundo a especialista, caso não haja monitoramento constante. “Podemos citar: quedas, pela piora do controle motor com um consequente maior risco para fraturas; imobilidade com deformidades permanentes; infecção urinária; desnutrição; lesões cutâneas por pressão (antigamente denominadas escaras); e alterações comportamentais que podem colocar em risco a integridade física do paciente e de terceiros”.

 

Cuidados necessários com os pacientes com Alzheimer avançado

 


Conforme indica a geriatra,
cuidadores de pacientes com Alzheimer avançado precisam ter atenção em uma série de coisas, como por exemplo: seguir com rigor doses e horários das medicações prescritas; comunicar ao médico responsável alterações ou reações não esperadas para possíveis ajustes; e valorizar as  emoções do paciente, pois, mesmo em fases avançadas, a capacidade de transmitir e perceber emoções está frequentemente mantida, fenômeno conhecido como preservação afetiva.  

 

Aline Ferreira Bandeira de Melo é graduada em medicina pela Universidade Federal de Goiás, possui residência em geriatria pela Universidade Federal de São Paulo e título de especialista em geriatria pela Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia. CRM-GO: 12235

 

Foto: Shutterstock

TAGS
alzheimer
psicologico

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

2 comentários para "Um paciente com Alzheimer avançado precisa ser monitorado constantemente?"

Lamarcia

Importante família e cuidadores terem informações corretas para a dispensação dos cuidados adequados.

Cuidados Pela Vida

Oi Lamarcia, nossa intenção é que todos tenham acesso a informação e possam assim cuidar da saúde. Continue por aqui para ter acesso a essas e outras informações. Abraços.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.