Como lidar com as queixas de alimentação na doença de Alzheimer?


  • +A
  • -A

Na doença de Alzheimer não existem restrições alimentares específicas, as orientações devem ser feitas de forma individualizada, de acordo com a evolução dos sintomas. Segue dicas para as queixas mais comuns:

Perda de peso

-Estimular as refeição com a utilização de utensílios e alimentos coloridos;

-Preferir alimentos que podem ser manipulados com as mãos para aumentar o interesse pelo contato;

-Evitar colocar uma quantidade grande de alimentos no prato;

-Verificar se os alimentos estão em temperatura agradável. Refeições muito quentes ou frias podem desestimular;

-Em casos de dificuldade de engolir ou engasgos o médico deverá ser informado para as devidas providências;

-Estágios avançados da doença e/ou boca machucada podem necessitar de alteração na consistência dos alimentos para facilitar a mastigação, o médico e/ou nutricionista devem avaliar a necessidade de uso de suplementos nutricionais. Nos casos de utilização de dentadura é importante verificar a mesma está bem ajustada.

Fome exagerada

– Estimular a atenção na hora das refeições, sempre fazendo de forma lenta, mastigando bem os alimentos;

-Em casos de insistência em consumir uma grande quantidade de alimentos, deve-se oferecer aqueles mais saudáveis e pobres em gorduras como frutas e vegetais;

-Diante de insistência exagerada, distrair com temas do seu interesse pode

INABILIDADE NA COZINHA

Se o paciente já apresenta perda da habilidade na cozinha devido a progressão da doença e mesmo assim quer participar da preparação dos alimentos, deve-se estimular esta prática fazendo um planejamento seguro, oferecendo tarefas simples e que não apresentem nenhum risco.

TAGS
alzheimer

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

8 comentários para "Como lidar com as queixas de alimentação na doença de Alzheimer?"

Carolina

Minha mãe tem 61 anos, diagnosticada a 2 anos com alzheimer.Tem fome exagerada. Esquece que comeu. E reclama se agente não der comida. e as vezes ela acabou de comer não passa nem meia hora e ela já está atrás de comida novamente.Procuramos dar frutas mas ela tem uma loucura por doces e balas. Que procuramos controlar pra ela não engordar demais!Mas é muito difícil controlar essa fome exageradar!

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Carolina, tente a distrair com temas do seu interesse. Abraços.

Cristina Pinto

Prezados. Parabéns pelas publicações, sempre muito educativas. Os textos expressam a dedicação do corpo editorial aos temas abordados. Minha mãe, aos 88 anos, ainda se alimenta bem mas, como era esperado, precisa de acompanhamento e supervosão constantes… Abracos e sucesso!

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Cristina, ficamos felizes que você esteja gostando! Continue por aqui para ter acesso a essas e outras informações. Abraços.

Marta Silvério

minha mãe tem 80 anos e está com Alzheimer há 4 anos e as vezes ela joga comida fora pois quer comer só pão e estou oferecendo.muita fruta e comendo pouco de 3 em três horas

ELIANA

Realmente a falta de interesse em comer é bem grande com minha mãe que tem 85 anos de idade. Tudo o que se oferece, ela divide ao meio. Diz que dá enjoo. mas foi bom ver essa matéria. Eu fico nervosa em ver que ela come muito pouco. está pesando apenas 48 kg. mas vamos tentando. Nossa missão é ajudá-los da melhor maneira, e essas matérias que recebemos são ótimas e nos orientam muito bem. Obrigada.

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Eliana, ficamos felizes que esteja gostando! Abraços.

Marisa. Cardoso

Minha mãe tem 71anos diagnosticada com alzaimer agora parou de comer está internada tá usando sonda pra se alimentar.Não sabemos que fazer.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.