Intolerância à lactose: por que é tão importante buscar ajuda médica?

  • +A
  • -A

A intolerância à lactose é um problema que exige diagnóstico, tratamento e acompanhamento médico. Só assim será possível controlar os sintomas e melhorar a qualidade de vida. As orientações médicas são fundamentais para que o paciente tome conhecimento dos cuidados diários necessários. A boa adaptação aos novos hábitos na rotina recomendados pelo médico fará toda a diferença para uma vida com qualidade.

Benefícios de buscar ajuda médica


De acordo com o Ministério da Saúde, a intolerância à lactose não é uma doença, mas sim uma carência do organismo que
pode ser controlada com dieta e suplementos. Mesmo assim, tais orientações não substituem o acompanhamento médico, pois somente profissionais devidamente habilitados podem diagnosticar quadros clínicos e indicar tratamentos.

“O paciente com intolerância precisa buscar ajuda médica. Caso não faça isso, além do desconforto causado pelos sintomas poderá sofrer com complicações. O mesmo vale para os casos em que o paciente trata o problema de forma equivocada. A falta de cuidados pode fazer com que o intestino seja prejudicado e, consequentemente, a absorção de nutrientes também. E isso é algo essencial para manter uma boa saúde”, explica a nutricionista Giovana Morbi.

As medidas de tratamento indicadas para controlar a intolerância à lactose variam de acordo com os sintomas e a intensidade dos mesmos. Em alguns casos, o processo começa com o corte completo do consumo de leite e derivados. Segundo Carla Cotta, também nutricionista, a ideia é gerar uma melhora imediata dos sintomas e testar a tolerabilidade dos alimentos de forma gradual, além de ajustar a introdução de suplementos (como a enzima lactase) nas quantidades ideais. “Feito isso, os pacientes podem, aos poucos, voltar a consumir alimentos que contenham lactose com mais segurança”, afirma a especialista.

Suplementação no tratamento contra intolerância à lactose


Inclusive, o acompanhamento médico constante é fundamental para que os ajustes necessários sejam sempre feitos assim que os primeiros sinais surgirem. Esses ajustes podem atuar tanto na alimentação quanto na suplementação alimentar, parte importante do tratamento, que geralmente consiste na suplementação da enzima lactase, que ajuda na decomposição e correta absorção da lactose. 

O processo de suplementação de lactase é bem simples: basta tomar uma cápsula mastigável antes de ingerir alimentos com ingredientes lácteos na composição. Tal recurso é muito útil, especialmente nos momentos em que as refeições são feitas na rua. Como é mais difícil saber se há ou não leite e derivados nas preparações nesse tipo de situação, ter em mãos o suplemento de lactase diminui os riscos de eventuais crises.

Principais sintomas


“Vale ressaltar que os sintomas da intolerância à lactose são variados e se manifestam de acordo com o
nível de intolerância que o paciente apresenta. De forma geral, os pacientes apresentam dor abdominal, gases, distensão abdominal e diarreia”, informa Giovana Morbi. Conforme os dados do Ministério da Saúde acerca do tema, os sintomas podem levar de alguns minutos até muitas horas para aparecer. 

 

Dados do Ministério da Saúde:

http://bvsms.saude.gov.br/dicas-em-saude/2199-intolerancia-a-lactose     

 

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Giovana Morbi

Giovana Morbi

Nutrição

CRM: 34076 / SP

Carla Cotta

Carla Cotta

Nutrição

CRM: CRN-4 02100097 / RJ

TAGS
intolerancia-a-lactose

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Intolerância à lactose: por que é tão importante buscar ajuda médica?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.