Convivendo com a hipertensão: O que deve mudar na sua rotina agora que você está tratando a doença?

  • +A
  • -A

A hipertensão é uma doença crônica que afeta cerca de 30% da população brasileira acima dos 20 anos de idade e cerca de 60% das pessoas acima dos 60 anos, segundo a Sociedade Brasileira de Hipertensão. Para facilitar o controle da doença, quem recebe o diagnóstico deve começar logo o tratamento, que inclui não só medicações, mas também mudanças importantes na rotina.

Alimentação saudável é parte do tratamento da hipertensão


O primeiro passo é introduzir algumas melhorias na alimentação, como explica a cardiologista Ana Catarina de Medeiros Periotto: “É muito importante
reduzir o sal, evitar temperos prontos, embutidos, enlatados, alimentos em conserva de sal, fast food, biscoitos, salgadinhos e refrigerantes”. O hipertenso deve dar preferência a verduras, legumes, castanhas e alimentos integrais ricos em fibras, diminuindo o consumo de carne e fritura.

Para viver bem mesmo com hipertensão, é preciso também abrir mão do consumo de cigarros e bebidas alcoólicas. “Quando sou hipertenso e também fumo, estou somando fatores de risco, ou seja, estou agregando situações de risco para o meu corpo e aumentando muito a chance de um evento cerebrovascular, como um infarto ou um derrame”, alerta o também cardiologista Marcus Gaz.

 

Exercícios físicos auxiliam no controle da pressão alta


Outra mudança imprescindível para o sucesso do tratamento da hipertensão é fazer atividades físicas regularmente, o que melhora a capacidade cardiovascular e ajuda na estabilização da pressão arterial. Antes, no entanto, é preciso passar por uma avaliação médica para descobrir os melhores exercícios e a melhor intensidade para cada caso.

O paciente hipertenso deve também evitar situações de estresse, procurando até mesmo ajuda profissional, caso seja necessário. É importante ainda tomar a medicação prescrita rigorosamente, criar o hábito de medir a pressão arterial frequentemente, o que pode ser feito em uma farmácia ou em casa, e se consultar com um cardiologista regularmente.

 

Dados da Sociedade Brasileira de Hipertensão: http://www.sbh.org.br/home.html

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dr. Marcus Gaz

Dr. Marcus Gaz

Cardiologia

CRM: 135061 / SP

Dra. Ana Catarina de Medeiros Periotto

Dra. Ana Catarina de Medeiros Periotto

Cardiologia

CRM: 141696 / SP

TAGS
cardiovascular
coracao
pressao-alta

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Convivendo com a hipertensão: O que deve mudar na sua rotina agora que você está tratando a doença?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.