Alho e cebola: esses ingredientes podem ajudar a elevar a imunidade?


  • +A
  • -A
Imagem do post Alho e cebola: esses ingredientes podem ajudar a elevar a imunidade?

Utilizados amplamente no preparo de comidas, principalmente como temperos, alho e cebola são considerados opções funcionais, ou seja, que além de alimentar, possuem propriedades naturais que geram benefícios à saúde. O consumo de ambos ajuda a prevenir o surgimento de doenças e a reforçar a imunidade.

Alho e cebola são ricos em nutrientes que ajudam a aumentar a imunidade


“Tanto o alho quanto a cebola possuem componentes ativos (fitoquímicos) capazes de  prevenir, controlar ou reduzir o risco de algumas doenças, quando consumidos regularmente. Embora não curem doenças, são importantes promotores de saúde. Possuem efeitos antimicrobianos, antioxidantes, de proteção contra doenças cardiovasculares,
além de terapêuticos sobre o sistema imunológico”, explica a imunologista Roberta Rodrigues.

O potencial do alho e da cebola como antioxidantes e protetores da imunidade se deve ao fato de serem ricos em nutrientes que garantem esses benefícios, como o zinco, selênio e as vitaminas A, C e E. “Essas substâncias  antioxidantes promovem imunoestimulação tanto do sistema de defesa de células, quanto dos anticorpos. Ajudam ainda a retardar o  crescimento de alguns tipos de células cancerosas”.

Quantidade e modo de preparo de alho e cebola têm influência na imunidade


A forma de utilização é importante para que os componentes funcionais estejam em concentrações suficientes. De forma geral, recomenda-se um dente de alho cru aproximadamente como quantidade diária necessária e 50 gramas de cebola (uma cebola pequena), também crua, de preferência. “O odor característico e o sabor intenso podem atrapalhar o consumo adequado e regular desses alimentos”.

Segundo a especialista, os efeitos dos fitoquímicos são obtidos dependendo do preparo e da maneira como eles são consumidos. Se, por exemplo, o alho não for amassado, triturado, partido ou mastigado, a liberação das substâncias ativas não ocorre. “É fundamental ainda o consumo  imediatamente após o preparo e de forma crua, sem que haja ação do calor, o que pode desativar os fitoquímicos”.

Dra. Roberta Rodrigues da Silva é alergista, imunologista e atua em São Paulo. CRM-SP: 94054

Foto: Shutterstock

TAGS
alimentacao
imunidade
zinco

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

4 comentários para "Alho e cebola: esses ingredientes podem ajudar a elevar a imunidade?"

Margarida Maria Jogaib Jardim

Pode ser com azeite?

Leandro Gomes

Bom dia estou fazendo uso de omelete de manhã contendo ovos lógico rs, farinha de berinjela e linhaça, cebola e gengibre inatura está bom ou está exagerado de ingredientes pois foi o melhor jeito para eu consumilos?

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Leandro, você pode colocar ingredientes a seu gosto. Abraços.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.