Produtos Participantes

Não tome medicamentos sem a orientação do seu médico. A persistirem os sintomas, o médico deverá ser consultado.

Produto

Carregando...
Resist

Não tome medicamentos sem a orientação do seu médico. A persistirem os sintomas, o médico deverá ser consultado.

Compre Agora

Resist

Princípio ativo: Cloridrato de lisina

Apresentação: Cápsulas 500mg - MS 1.0573.0466

Indicação: Resist é indicado como auxiliar na prevenção do aparecimento de lesões cutâneas recorrentes causadas pelo vírus Herpes simples recidivante.

Contraindicação: Resist é contraindicado em pacientes que apresentem hipersensibilidade (alergia) aos componentes da fórmula. Não utilizar o produto em caso de doença dos rins ou do fígado. Não há registro sobre o uso de lisina em pacientes com doença renal.

  • COMPOSIÇÃO
  • POSOLOGIA
  • INFORMAÇÕES
  • VER BULA
Cada cápsula de Resist contém:

cloridrato de lisina (equivalente a 400 mg de lisina) .................. 500 mg

Excipientes: talco, celulose microcristalina e estearato de magnésio.
O tratamento com Resist deve ser de uma cápsula de 500 mg, 3 vezes ao dia, junto às refeições, durante 6 meses ou de acordo com a orientação médica.

Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.

Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico. Este medicamento não deve ser partido, aberto ou mastigado.
COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA?

A lisina é um aminoácido essencial, presente em alguns alimentos, mas que o corpo humano não consegue produzir. Os estudos têm demonstrado que o uso da lisina reduz as infecções de repetição causadas pelo vírus do Herpes simples.

O QUE DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Resist é seguro quando utilizado via oral, nas doses recomendadas, por até um ano. Pode causar efeitos adversos como dor gástrica, diarreia e falência dos rins (se tomado em altas doses e por período prolongado).
Se houver doença renal, o uso de lisina deve ser feito após avaliação médica. Deve-se evitar a associação de lisina com aminoglicosídeos.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde.

ONDE, COMO E POR QUANTO TEMPO POSSO GUARDAR ESTE MEDICAMENTO?

Cápsula gelatinosa dura com tampa e corpo azul, contendo pó branco. Conservar em temperatura ambiente (entre 15 e 30°C). Proteger da luz e umidade. Atenção: não armazenar este produto em locais quentes e úmidos (ex: banheiro, cozinha, carros, etc.).

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.

Não use medicamento com o prazo de validade vencido.

Guarde-o em sua embalagem original.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

O QUE DEVO FAZER QUANDO EU ME ESQUECER DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Retomar o tratamento de acordo com a dose recomendada.

Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE ME CAUSAR?

O uso de Resist pode causar efeitos adversos como dor gástrica e diarreia. O uso de Lisina em altas doses e por período prolongado pode causar falência dos rins.

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.

O QUE FAZER SE ALGUÉM USAR UMA QUANTIDADE MAIOR DO QUE A INDICADA DESTE MEDICAMENTO?

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível.

Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.
RESIST

cloridrato de lisina

APRESENTAÇÕES

Cápsulas 500 mg: embalagens com 30 e 90 cápsulas.

USO ORAL USO ADULTO

COMPOSIÇÃO

Cada cápsula de Resist contém:

cloridrato de lisina (equivalente a 400 mg de lisina) ..............500 mg

Excipientes: talco, celulose microcristalina e estearato de magnésio.

INFORMAÇÕES AO PACIENTE

PARA QUE ESTE MEDICAMENTO É INDICADO?

Resist é indicado como auxiliar na prevenção do aparecimento de lesões cutâneas recorrentes causadas pelo vírus Herpes simples recidivante.

COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA?

A lisina é um aminoácido essencial, presente em alguns alimentos, mas que o corpo humano não consegue produzir. Os estudos têm demonstrado que o uso da lisina reduz as infecções de repetição causadas pelo vírus do Herpes simples.

QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

Resist é contraindicado em pacientes que apresentem hipersensibilidade (alergia) aos componentes da fórmula. Não utilizar o produto em caso de doença dos rins ou do fígado. Não há registro sobre o uso de lisina em pacientes com doença renal.

O QUE DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Resist é seguro quando utilizado via oral, nas doses recomendadas, por até um ano. Pode causar efeitos adversos como dor gástrica, diarreia e falência dos rins (se tomado em altas doses e por período prolongado).

Se houver doença renal, o uso de lisina deve ser feito após avaliação médica. Deve-se evitar a associação de lisina com aminoglicosídeos.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde.

ONDE, COMO E POR QUANTO TEMPO POSSO GUARDAR ESTE MEDICAMENTO?

Cápsula gelatinosa dura com tampa e corpo azul, contendo pó branco. Conservar em temperatura ambiente (entre 15 e 30°C). Proteger da luz e umidade. Atenção: não armazenar este produto em locais quentes e úmidos (ex: banheiro, cozinha, carros, etc.).

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.

Não use medicamento com o prazo de validade vencido.

Guarde-o em sua embalagem original.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

COMO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

O tratamento com Resist deve ser de uma cápsula de 500 mg, 3 vezes ao dia, junto às refeições, durante 6 meses ou de acordo com a orientação médica.
Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.

Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico. Este medicamento não deve ser partido, aberto ou mastigado.

O QUE DEVO FAZER QUANDO EU ME ESQUECER DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Retomar o tratamento de acordo com a dose recomendada.

Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE ME CAUSAR?

O uso de Resist pode causar efeitos adversos como dor gástrica e diarreia. O uso de Lisina em altas doses e por período prolongado pode causar falência dos rins.

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.

O QUE FAZER SE ALGUÉM USAR UMA QUANTIDADE MAIOR DO QUE A INDICADA DESTE MEDICAMENTO?

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível.

Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

DIZERES LEGAIS

MS - 1.0573.0466

Farmacêutica Responsável: Gabriela Mallmann CRF-SP no 30.138

Aché Laboratórios Farmacêuticos S.A.

Via Dutra, km 2222 Guarulhos - SP
CNPJ 60.659.463/0001-91 Indústria Brasileira

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA.

Esta bula foi aprovada pela Anvisa em 08/12/2014.
Download da Bula

Quero me cadastrar!

Clique aqui e cadastre-se para obter os benefícios do programa.

CADASTRE-SE

Temas Populares

Fique por Dentro

Herpes: Como enfrentar problemas de imunidade na quarentena?

Herpes

Herpes: Como enfrentar problemas de imunidade na quarentena?

saude-e-tratamento

Herpes

O herpes é uma infecção viral caracterizada pelo aparecimento de feridas e lesões, frequentemente localizadas nos lábios e na região genital. Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), aproximadamente 99% da população adulta mundial já entrou em contato com
Qual é a relação entre ansiedade, depressão e o herpes?

Cuidados com a pele

Qual é a relação entre ansiedade, depressão e o herpes?

pele-e-beleza

Cuidados com a pele

A quarentena pode dificultar o tratamento contra o herpes?

Herpes

A quarentena pode dificultar o tratamento contra o herpes?

saude-e-tratamento

Herpes

O herpes é uma infecção viral caracterizada pelo surgimento de pequenas feridas ou vesículas na pele, de forma mais frequente nos lábios e na região genital. Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), a maioria das pessoas já entrou em contato com o vírus, mas
Herpes: Por que não se deve compartilhar copos e talheres?

Herpes

Herpes: Por que não se deve compartilhar copos e talheres?

saude-e-tratamento

Herpes

O vírus do herpes pode ser transmitido pela comida compartilhada?

Herpes

O vírus do herpes pode ser transmitido pela comida compartilhada?

saude-e-tratamento

Herpes

O herpes é uma infecção viral que causa o surgimento de bolhas e feridas, principalmente nos lábios e na região genital. Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), a condição é extremamente comum na população, em parte porque é transmitida com muita facilidade. Será que
Uma mãe pode transmitir herpes para o seu bebê?

Gravidez

Uma mãe pode transmitir herpes para o seu bebê?

cuidados-e-bem-estar

Gravidez

De acordo com a dermatologista Vanessa Kodani, mães podem transmitir o vírus do herpes simples para seus bebês durante a gestação. A médica explica que a transmissão ocorrerá caso seja a primeira infecção da gestante, principalmente porque, neste caso, ainda não há anticorpos no organismo
Quando o herpes não é tratado, o problema apenas persiste ou os sintomas tendem a piorar?

Herpes

Quando o herpes não é tratado, o problema apenas persiste ou os sintomas tendem ...

saude-e-tratamento

Herpes

Por mais que a maioria das pessoas já tenha tido contato com o vírus do herpes ao longo da vida, muitas delas não manifestam os sintomas. Ou seja, o vírus fica adormecido, em estado latente. Mesmo assim, alguns indivíduos sofrem com as lesões, necessitando aderir
Como reduzir o risco de transmissão do herpes para o bebê durante a gravidez?

Herpes

Como reduzir o risco de transmissão do herpes para o bebê durante a gravidez?

saude-e-tratamento

Herpes

Existem doenças capazes de atrapalhar o tratamento do herpes?

Cuidados com a pele

Existem doenças capazes de atrapalhar o tratamento do herpes?

pele-e-beleza

Cuidados com a pele

Quais fatores contribuem para deflagrar as crises em indivíduos infectados com o vírus do herpes?

Cuidados com a pele

Quais fatores contribuem para deflagrar as crises em indivíduos infectados com o...

pele-e-beleza

Cuidados com a pele

Por mais que muitas pessoas possuam o vírus do herpes no organismo, a maioria não manifesta sintomas. O vírus fica em estado latente, ou seja, “adormecido”. Aqueles que manifestam sintomas, por sua vez, alternam momentos assintomáticos com períodos marcados pelas lesões características do quadro, que
Herpes: Por que é importante manter a dieta em momentos de estresse?

Alimentação

Herpes: Por que é importante manter a dieta em momentos de estresse?

cuidados-e-bem-estar

Alimentação

Por que alguns alimentos podem agravar um quadro de herpes?

Herpes

Por que alguns alimentos podem agravar um quadro de herpes?

saude-e-tratamento

Herpes

O herpes é uma infecção viral que pode se manifestar com lesões na boca ou nos genitais. A doença não tem cura e diversos fatores podem engatilhar ou agravar uma crise da doença, como estresse, exposição ao sol e até mesmo a alimentação. Quer saber