Produtos Participantes

Não tome medicamentos sem a orientação do seu médico. A persistirem os sintomas, o médico deverá ser consultado.

Produto

Carregando...
Resist

Não tome medicamentos sem a orientação do seu médico. A persistirem os sintomas, o médico deverá ser consultado.

Compre Agora

Resist

Princípio ativo: Cloridrato de lisina

Apresentação: Cápsulas 500mg - MS 1.0573.0466

Indicação: Resist é indicado como auxiliar na prevenção do aparecimento de lesões cutâneas recorrentes causadas pelo vírus Herpes simples recidivante.

Contraindicação: Resist é contraindicado em pacientes que apresentem hipersensibilidade (alergia) aos componentes da fórmula. Não utilizar o produto em caso de doença dos rins ou do fígado. Não há registro sobre o uso de lisina em pacientes com doença renal.

  • COMPOSIÇÃO
  • POSOLOGIA
  • INFORMAÇÕES
  • VER BULA
Cada cápsula de Resist contém:

cloridrato de lisina (equivalente a 400 mg de lisina) .................. 500 mg

Excipientes: talco, celulose microcristalina e estearato de magnésio.
O tratamento com Resist deve ser de uma cápsula de 500 mg, 3 vezes ao dia, junto às refeições, durante 6 meses ou de acordo com a orientação médica.

Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.

Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico. Este medicamento não deve ser partido, aberto ou mastigado.
COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA?

A lisina é um aminoácido essencial, presente em alguns alimentos, mas que o corpo humano não consegue produzir. Os estudos têm demonstrado que o uso da lisina reduz as infecções de repetição causadas pelo vírus do Herpes simples.

O QUE DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Resist é seguro quando utilizado via oral, nas doses recomendadas, por até um ano. Pode causar efeitos adversos como dor gástrica, diarreia e falência dos rins (se tomado em altas doses e por período prolongado).
Se houver doença renal, o uso de lisina deve ser feito após avaliação médica. Deve-se evitar a associação de lisina com aminoglicosídeos.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde.

ONDE, COMO E POR QUANTO TEMPO POSSO GUARDAR ESTE MEDICAMENTO?

Cápsula gelatinosa dura com tampa e corpo azul, contendo pó branco. Conservar em temperatura ambiente (entre 15 e 30°C). Proteger da luz e umidade. Atenção: não armazenar este produto em locais quentes e úmidos (ex: banheiro, cozinha, carros, etc.).

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.

Não use medicamento com o prazo de validade vencido.

Guarde-o em sua embalagem original.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

O QUE DEVO FAZER QUANDO EU ME ESQUECER DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Retomar o tratamento de acordo com a dose recomendada.

Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE ME CAUSAR?

O uso de Resist pode causar efeitos adversos como dor gástrica e diarreia. O uso de Lisina em altas doses e por período prolongado pode causar falência dos rins.

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.

O QUE FAZER SE ALGUÉM USAR UMA QUANTIDADE MAIOR DO QUE A INDICADA DESTE MEDICAMENTO?

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível.

Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.
RESIST

cloridrato de lisina

APRESENTAÇÕES

Cápsulas 500 mg: embalagens com 30 e 90 cápsulas.

USO ORAL USO ADULTO

COMPOSIÇÃO

Cada cápsula de Resist contém:

cloridrato de lisina (equivalente a 400 mg de lisina) ..............500 mg

Excipientes: talco, celulose microcristalina e estearato de magnésio.

INFORMAÇÕES AO PACIENTE

PARA QUE ESTE MEDICAMENTO É INDICADO?

Resist é indicado como auxiliar na prevenção do aparecimento de lesões cutâneas recorrentes causadas pelo vírus Herpes simples recidivante.

COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA?

A lisina é um aminoácido essencial, presente em alguns alimentos, mas que o corpo humano não consegue produzir. Os estudos têm demonstrado que o uso da lisina reduz as infecções de repetição causadas pelo vírus do Herpes simples.

QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

Resist é contraindicado em pacientes que apresentem hipersensibilidade (alergia) aos componentes da fórmula. Não utilizar o produto em caso de doença dos rins ou do fígado. Não há registro sobre o uso de lisina em pacientes com doença renal.

O QUE DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Resist é seguro quando utilizado via oral, nas doses recomendadas, por até um ano. Pode causar efeitos adversos como dor gástrica, diarreia e falência dos rins (se tomado em altas doses e por período prolongado).

Se houver doença renal, o uso de lisina deve ser feito após avaliação médica. Deve-se evitar a associação de lisina com aminoglicosídeos.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde.

ONDE, COMO E POR QUANTO TEMPO POSSO GUARDAR ESTE MEDICAMENTO?

Cápsula gelatinosa dura com tampa e corpo azul, contendo pó branco. Conservar em temperatura ambiente (entre 15 e 30°C). Proteger da luz e umidade. Atenção: não armazenar este produto em locais quentes e úmidos (ex: banheiro, cozinha, carros, etc.).

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.

Não use medicamento com o prazo de validade vencido.

Guarde-o em sua embalagem original.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

COMO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

O tratamento com Resist deve ser de uma cápsula de 500 mg, 3 vezes ao dia, junto às refeições, durante 6 meses ou de acordo com a orientação médica.
Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.

Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico. Este medicamento não deve ser partido, aberto ou mastigado.

O QUE DEVO FAZER QUANDO EU ME ESQUECER DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Retomar o tratamento de acordo com a dose recomendada.

Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE ME CAUSAR?

O uso de Resist pode causar efeitos adversos como dor gástrica e diarreia. O uso de Lisina em altas doses e por período prolongado pode causar falência dos rins.

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.

O QUE FAZER SE ALGUÉM USAR UMA QUANTIDADE MAIOR DO QUE A INDICADA DESTE MEDICAMENTO?

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível.

Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

DIZERES LEGAIS

MS - 1.0573.0466

Farmacêutica Responsável: Gabriela Mallmann CRF-SP no 30.138

Aché Laboratórios Farmacêuticos S.A.

Via Dutra, km 2222 Guarulhos - SP
CNPJ 60.659.463/0001-91 Indústria Brasileira

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA.

Esta bula foi aprovada pela Anvisa em 08/12/2014.
Download da Bula

Quero me cadastrar!

Clique aqui e cadastre-se para obter os benefícios do programa.

CADASTRE-SE

Temas Populares

Fique por Dentro

Receitas caseiras são eficientes no combate ao herpes?

Herpes

Receitas caseiras são eficientes no combate ao herpes?

saude-e-tratamento

Herpes

O paciente infectado pelo vírus do herpes não tem como se livrar do mesmo, pois não existe ainda uma cura definitiva. Contudo, existe um tratamento capaz de controlar o quadro, minimizando os sintomas e as crises. Há quem acredite em receitas caseiras como método de
As lesões causadas pelo herpes podem ser confundidas com espinhas?

Herpes

As lesões causadas pelo herpes podem ser confundidas com espinhas?

saude-e-tratamento

Herpes

A infeção pelo vírus do herpes traz como principal sintoma o surgimento de lesões, cuja aparência pode se assemelhar à de uma espinha. Tal similaridade pode gerar confusão, provocando um diagnóstico tardio ou até mesmo a falta deste e, consequentemente, possíveis complicações pela falta de tratamento adequado.
Um paciente com herpes genital pode contaminar outras pessoas em uma piscina?

Herpes

Um paciente com herpes genital pode contaminar outras pessoas em uma piscina?

saude-e-tratamento

Herpes

Compartilhar uma piscina com um ou mais banhistas que tenham herpes genital não significa que você será contaminado pela doença. O herpes é um vírus cujo contágio se dá pelo contato direto. No caso específico do herpes genital, esse contágio só ocorrerá se você se
Onde, especificamente, se manifestam as feridas do herpes genital em mulheres?

Herpes

Onde, especificamente, se manifestam as feridas do herpes genital em mulheres?

saude-e-tratamento

Herpes

Herpes: como prevenir e conversar com os familiares sobre o contágio

Herpes

Herpes: como prevenir e conversar com os familiares sobre o contágio

saude-e-tratamento

Herpes

Quais são os principais fatores relacionados à manifestação dos sintomas do herpes?

Cuidados com a pele

Quais são os principais fatores relacionados à manifestação dos sintomas do herp...

pele-e-beleza

Cuidados com a pele

Existe alguma diferença entre o tratamento do herpes labial e o genital?

Cuidados com a pele

Existe alguma diferença entre o tratamento do herpes labial e o genital?

pele-e-beleza

Cuidados com a pele

Tanto o herpes labial quanto o genital se manifestam na forma de feridas, as quais podem provocar, além do desconforto estético, dor, sensação de queimação e coceira. A principal diferença entre ambos é o local de acometimento e as formas de contágio. Portanto, o tratamento
Quais são as diferenças entre herpes simples e herpes-zóster?

Herpes

Quais são as diferenças entre herpes simples e herpes-zóster?

saude-e-tratamento

Herpes

É possível reduzir o desconforto causado pelas feridas do herpes?

Herpes

É possível reduzir o desconforto causado pelas feridas do herpes?

saude-e-tratamento

Herpes

O herpes simples é uma infecção viral caracterizada pelo aparecimento de pequenas bolhas e lesões, que costumam afetar as áreas labial e genital, dependendo de onde aconteceu o contágio. Coceira, ardor e formigamento são alguns dos sintomas que precedem o surgimento das feridas avermelhadas e,
Quais cuidados um paciente com herpes deve ter para não espalhar a infecção para outras áreas do corpo?

Herpes

Quais cuidados um paciente com herpes deve ter para não espalhar a infecção para...

saude-e-tratamento

Herpes

O herpes é uma infecção viral bastante comum e é marcada pelo estado febril na primeira crise e pelas lesões e bolhas que surgem ao redor da boca e na região genital. No entanto, esses sintomas podem
É possível diferenciar os sintomas do herpes genital de outras infecções na região?

Herpes

É possível diferenciar os sintomas do herpes genital de outras infecções na regi...

saude-e-tratamento

Herpes

O herpes genital é uma doença sexualmente transmissível (DST) causada pelos tipos 1 e 2 do vírus herpes simples. A infecção, em muitos casos, é assintomática, ou seja, não chega a causar crises nos pacientes infectados. Já
Onde, especificamente, costumam aparecer as feridas do herpes genital?

Herpes

Onde, especificamente, costumam aparecer as feridas do herpes genital?

saude-e-tratamento

Herpes

O herpes genital, segundo a Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI), é uma infecção causada pelo vírus herpes simples e que se manifesta por meio de bolhas, ardência, coceiras e feridas, além de febre na primeira crise. Como o próprio nome diz, os sintomas dessa infecção