Produtos Participantes

Não tome medicamentos sem a orientação do seu médico. A persistirem os sintomas, o médico deverá ser consultado.

Produto

Carregando...
Motore

Não tome medicamentos sem a orientação do seu médico. A persistirem os sintomas, o médico deverá ser consultado.

Compre Agora

Motore

Princípio ativo: Curcuma longa

Apresentação: Cápsulas 250 mg: embalagens com 60 e 120 cápsulas.

Indicação: Medicamento fitoterápico destinado ao tratamento da osteoartrite e artrite reumatoide, e tem ação anti-inflamatória e antioxidante.

Contraindicação: Contraindicado em caso de alergia à curcumina, açafrão (Curcuma longa) ou a qualquer outro componente da fórmula. É contraindicado em pacientes que estejam em tratamento com medicações que alterem as características de coagulação como antiagregantes plaquetários, anticoagulantes, heparina de baixo peso molecular e agentes trombolíticos. É também contraindicado em casos onde haja risco de obstrução de vias biliares ou casos de cálculos biliares, úlceras estomacais e hiperacidez do estômago.

  • COMPOSIÇÃO
  • POSOLOGIA
  • INFORMAÇÕES
  • VER BULA
Cada cápsula de Motore contém:

Extrato seco de Curcuma longa.....................................................250 mg (equivalente a 50 mg de curcuminoides)

Excipientes: polissacarídeos de soja, fosfato de cálcio dibásico, hiprolose, croscarmelose sódica, povidona, dióxido de silício, talco e estearato de magnésio.
Motore deve ser ingerido por via oral, com um pouco de água. A dose habitual para adultos é de 2 cápsulas a cada 12 (doze) horas, ou seja, duas tomadas diárias, totalizando 500mg de medicação a cada tomada.
Precauções e advertências: pelo seu potencial efeito na agregação plaquetária sugere-se cuidado na administração em pacientes com distúrbios da coagulação que possam ter seu risco de sangramento aumentado. Não há relatos de efeito sobre a capacidade de atenção, efeitos na habilidade de dirigir ou operar equipamentos. Em caso de ocorrência de reação de hipersensibilidade, a medicação deve ser imediatamente descontinuada e os sintomas avaliados pelo médico. Motore não deve ser administrado por qualquer outra via que não a oral. Não há dados de segurança relativo ao uso da curcumina em portadores de insuficiência hepática e/ou renal, não sendo recomendável o uso da medicação nessas situações. As doses de tratamento recomendadas não devem ser excedidas. Gravidez e lactação: apesar de não haver estudos conclusivos em humanos que mostrem efeito negativo na fertilidade humana, alguns estudos realizados em animais sinalizaram efeito negativo na implantação de embriões após uso injetável de altas doses de extrato etanol da curcuma.  Desta maneira sugere-se evitar o uso da curcumina em pacientes com intenção de engravidar ou em gestantes. Mulheres em fase de lactação também devem evitar o uso desta medicação. Categoria de risco na gravidez C: Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.
MOTORE

curcuma longa. Extrato seco. Cápsulas 250 mg. USO ORAL. USO ADULTO. Indicações: medicamento fitoterápico destinado ao tratamento da osteoartrite e artrite reumatóide, e tem ação antiinflamatória e antioxidante.

Contraindicações: contraindicado em caso de alergia à curcumina, açafrão (Curcuma longa) ou a qualquer outro componente da fórmula. É contraindicado para uso em pacientes em tratamento com antiagregantes plaquetários, anticoagulantes, heparina de baixo peso molecular e agentes trombolíticos, pois, estudos in vitro e in vivo demonstraram que a curcumina pode apresentar atividade antiplaquetária, possivelmente potencializando o efeito destas medicações com risco teórico de aumento no risco de sangramentos. Também é contraindicado para pacientes com riscos de obstrução de vias biliares, pacientes com úlceras estomacais e hiperacidez e hipersensibilidade ao açafrão ou à curcumina.

Precauções e advertências: pelo seu potencial efeito na agregação plaquetária sugere-se cuidado na administração em pacientes com distúrbios da coagulação que possam ter seu risco de sangramento aumentado. Não há relatos de efeito sobre a capacidade de atenção, efeitos na habilidade de dirigir ou operar equipamentos. Em caso de ocorrência de reação de hipersensibilidade, a medicação deve ser imediatamente descontinuada e os sintomas avaliados pelo médico. Motore não deve ser administrado por qualquer outra via que não a oral. Não há dados de segurança relativo ao uso da curcumina em portadores de insuficiência hepática e/ou renal, não sendo recomendável o uso da medicação nessas situações. As doses de tratamento recomendadas não devem ser excedidas. Gravidez e lactação: apesar de não haver estudos conclusivos em humanos que mostrem efeito negativo na fertilidade humana, alguns estudos realizados em animais sinalizaram efeito negativo na implantação de embriões após uso injetável de altas doses de extrato etanol da curcuma.  Desta maneira sugere-se evitar o uso da curcumina em pacientes com intenção de engravidar ou em gestantes. Mulheres em fase de lactação também devem evitar o uso desta medicação. Categoria de risco na gravidez C: Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Interações medicamentosas: é contraindicado para uso em pacientes que estejam fazendo uso de medicações que alterem as características de coagulação como antiagregantes plaquetários, anticoagulantes, heparina de baixo peso molecular e agentes trombolíticos, pois, pode haver aumento no risco de casos de sangramento. É recomendável também cuidado na sua administração antes de procedimentos cirúrgicos pelo seu potencial de alteração na agregação plaquetária. Não há estudos clínicos específicos avaliando a interação do extrato de curcumina com outras medicações, alimentos ou bebidas alcoólicas.

Reações adversas: De maneira geral a curcumina é muito bem tolerada em seu uso oral, sendo raro os relatos de efeitos adversos, estes quando relatados em casos esporádicos referem-se a desconforto gástrico leve, movimentos intestinais mais frequentes. Em literatura médica, é descrito a ocorrência de dermatites e alterações do paladar. Durante a experiência pós-comercialização com o Motore, foram observadas as seguintes reações adversas: Incidência rara (> 1/10.000 e < 1.000): refluxo gastroesofágico, diarreia, dor abdominal, distensão abdominal, cefaleia, eritema, mal estar e tonturas, desordens do paladar e reações de hipersensibilidade. Incidência muito rara (<1/10000): dores nas extremidades, edema periférico, erupção da mucosa bucal, fadiga, gastrite e ozostomia.

Posologia: Motore deve ser ingerido por via oral, com um pouco de água. A dose habitual para adultos é de 2 cápsulas a cada 12 (doze) horas, ou seja, duas tomadas diárias, totalizando 500mg de medicação a cada tomada.

“SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.”

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA. MS - 1.0573.0442.

“Material técnico científico de distribuição exclusiva à classe médica”
Download da Bula

Quero me cadastrar!

Clique aqui e cadastre-se para obter os benefícios do programa.

CADASTRE-SE

Fique por Dentro

Como a osteoartrite nas mãos prejudica a rotina do paciente?

Doenças dos Ossos

Como a osteoartrite nas mãos prejudica a rotina do paciente?

saude-e-tratamento

Doenças dos Ossos

A falta de exercícios físicos na quarentena pode piorar a inflamação das articulações?

Doenças dos Ossos

A falta de exercícios físicos na quarentena pode piorar a inflamação das articul...

saude-e-tratamento

Doenças dos Ossos

Em razão das mudanças na rotina e do estresse gerados pelo período da quarentena, é comum que muitas pessoas se sintam desmotivadas a praticar exercícios físicos. No entanto, o sedentarismo pode fazer muito mal para a saúde.
Por que a ingestão de colágeno na alimentação pode não ser suficiente para reforçar as articulações?

Doenças dos Ossos

Por que a ingestão de colágeno na alimentação pode não ser suficiente para refor...

saude-e-tratamento

Doenças dos Ossos

Por que o reforço da musculatura ajuda a proteger as articulações?

Doenças dos Ossos

Por que o reforço da musculatura ajuda a proteger as articulações?

saude-e-tratamento

Doenças dos Ossos

A osteoartrite também pode afetar a região dos ombros?

Doenças dos Ossos

A osteoartrite também pode afetar a região dos ombros?

saude-e-tratamento

Doenças dos Ossos

A osteoartrite atinge as articulações de diversas partes do corpo, o que inclui a região dos ombros. De acordo com o reumatologista Sérgio Nunes, a doença atinge apenas uma das articulações principais dos ombros, que é a acromioclavicular. Esta é a articulação da clavícula com
A obesidade pode atrapalhar o tratamento da osteoartrite?

Doenças dos Ossos

A obesidade pode atrapalhar o tratamento da osteoartrite?

saude-e-tratamento

Doenças dos Ossos

A osteoartrite é uma doença degenerativa que afeta as articulações, provocando um desgaste capaz de causar alterações ósseas, dificuldade para se locomover e outras complicações. Fazer o tratamento corretamente é fundamental para frear o avanço da doença, mas alguns obstáculos, como o excesso de peso,
Quem tem osteoartrite deve evitar subir muitos lances de escada?

Doenças dos Ossos

Quem tem osteoartrite deve evitar subir muitos lances de escada?

saude-e-tratamento

Doenças dos Ossos

Qual é o papel do colágeno na redução de impactos nas articulações?

Doenças dos Ossos

Qual é o papel do colágeno na redução de impactos nas articulações?

saude-e-tratamento

Doenças dos Ossos

O colágeno corresponde a aproximadamente um terço de todas as proteínas produzidas no corpo. Ele está presente na formação de células e é responsável por manter a estrutura de órgãos e tecidos das mais variadas partes do corpo, como pele, unhas, sangue, músculos, tendões e pulmões. Nas
É necessário consultar um especialista antes de iniciar uma rotina de exercícios para fortalecer as articulações?

Doenças dos Ossos

É necessário consultar um especialista antes de iniciar uma rotina de exercícios...

saude-e-tratamento

Doenças dos Ossos

Osteoartrite: Como os exercícios físicos ajudam a manter a mobilidade das articulações?

Doenças dos Ossos

Osteoartrite: Como os exercícios físicos ajudam a manter a mobilidade das articu...

saude-e-tratamento

Doenças dos Ossos

A prática de exercícios físicos é fundamental no tratamento contra a osteoartrite, pois ajuda a proteger a cartilagem já deteriorada e facilita o movimento, por estimular musculatura, ossos e articulações. Para saber quais as atividades mais adequadas, deve-se consultar o médico especialista capaz de analisar
Durante a quarentena, quais exercícios podem ser feitos em casa para manter as articulações saudáveis?

Doenças dos Ossos

Durante a quarentena, quais exercícios podem ser feitos em casa para manter as a...

saude-e-tratamento

Doenças dos Ossos

Qual é o papel das vitaminas C e D na saúde das articulações?

Doenças dos Ossos

Qual é o papel das vitaminas C e D na saúde das articulações?

saude-e-tratamento

Doenças dos Ossos