Como os protetores solares impedem a ação nociva dos raios UV?


  • +A
  • -A

A composição dos protetores solares faz com que eles sejam produtos capazes de proteger a pele contra os efeitos nocivos dos raios ultravioleta de duas maneiras: refletindo os raios ou absorvendo-os. Independente da forma, é fundamental sempre usar o fator do filtro adequado à sua pele para que a proteção seja efetiva.  

Características dos protetores solares

Os filtros capazes de refletir os raios são os denominados inorgânicos, enquanto os orgânicos são os que absorvem os raios. Os filtros inorgânicos refletem os raios ao criarem uma camada protetora. Já os filtros orgânicos conseguem, ao absorver os raios, transformá-los em radiações com menor energia, o que faz com que os raios que chegam à pele sejam menos nocivos.   

Os protetores solares podem agir de duas maneiras: absorvendo ou refletindo e dispersando parte da radiação UV incidente. Nos filtros orgânicos, os ingredientes ativos podem ser vários, como o octinoxato e a oxibenzona. Por outro lado, substâncias como dióxido de titânio e óxido de zinco são encontrados nos filtros físicos (inorgânicos)”, informa a dermatologista Gabriela Itimura.

Perigos dos raios ultravioleta

Os raios ultravioleta que entram em contato com a pele são o UVB e o UVA e cada um possui sua especificidade. O UVB, apesar de atingir somente a camada mais externa da pele, é o mais perigoso, pois causa queimaduras e é frequentemente relacionado ao câncer de pele. Já o UVA atinge uma camada mais profunda da pele e causa, em geral, menos danos, mas pode levar ao envelhecimento precoce da pele.  Ainda que o UVB seja diretamente relacionado ao desenvolvimento de câncer de pele, é importante destacar que o UVA também é um fator de risco para essa doença. 

“O efeito danoso do sol pode ser visto em sintomas imediatos, como queimaduras ou acumulativo, como fotoenvelhecimento e câncer de pele”, afirma a dermatologista. Como ambos os raios trazem malefícios para a saúde quando entram em contato direto com a pele, o uso de filtro solar é crucial. Deve ser aplicado todo dia, mesmo quando o tempo está nublado, pois alguns raios conseguem perfurar as nuvens.

Dra. Gabriela Itimura é dermatologista, formada pela Universidade Estadual de Londrina e é membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. CRM-PR: 30730

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
TAGS
cancer-de-pele
pele

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

2 comentários para "Como os protetores solares impedem a ação nociva dos raios UV?"

José Vanildo de Sena

Muito útil, grato

CUIDADOS PELA VIDA

Olá José, ficamos felizes por saber que nossa matéria te impactou de uma forma positiva trazendo novas informações e conhecimentos. Fique por aqui para acompanhar novas matérias, dicas e informações sobre saúde doenças e tratamentos. Até logo.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.