A quarentena pode ser um bom momento para tratar uma pele sensibilizada?

  • +A
  • -A

Devido à pandemia do novo coronavírus, boa parte dos brasileiros está em quarentena, seguindo as medidas de prevenção indicadas pelo Ministério da Saúde. Ficar mais em casa significa também que a pele está mais protegida da poluição e dos efeitos negativos da radiação solar e, por esse motivo, esse pode ser o momento ideal para tratar uma pele sensibilizada. 

Manter uma rotina de cuidados evita doenças de pele

Segundo a dermatologista Cláudia Alcântara Gomes, o período de isolamento social é um bom momento para alguns tratamentos dermatológicos na pele sensibilizada. “Diante da quarentena, com a maioria das pessoas trabalhando em home office, é possível adotar uma rotina mais disciplinada não só em relação à alimentação, mas também em relação aos cuidados adequados com a pele sensível”, destaca a especialista.

Na hora de cuidar da saúde, muitas pessoas acabam deixando a pele de lado. No entanto, ela é fundamental para um corpo saudável, visto que a pele é a primeira barreira de proteção contra a ação de agentes externos que causam doenças, como fungos e bactérias. Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), cuidados com a hidratação ajudam a manter a integridade dessa camada de proteção e evitam descamação, irritação e infecções

Hidratação da pele sensibilizada é um dos tratamentos mais indicados

Os melhores tratamentos para fazer durante a quarentena são a hidratação e a proteção da barreira cutânea. Essas são etapas fundamentais do tratamento da pele sensível e, para tal, o uso de hidratantes em cremes ou loções, que contenham substâncias calmantes e prebióticas que reforcem as defesas naturais da pele, é indicado. Vale lembrar que o tratamento da pele sensível deve sempre orientado pelo dermatologista e a rotina de higienização, hidratação e fotoproteção deve ser mantida”, orienta a médica.

A SBD também recomenda que a limpeza da pele seja feita duas vezes ao dia – de manhã e à noite – para evitar o acúmulo de oleosidade, sujeira e resíduos de maquiagem e cosméticos. É importante sempre usar o sabonete indicado para cada tipo de pele para evitar a alteração do pH e outros problemas capazes de prejudicar a pele sensibilizada. 

 

Dados do Ministério da Saúde: https://coronavirus.saude.gov.br/sobre-a-doenca

Dados da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD): https://www.sbd.org.br/dermatologia/pele/cuidados/cuidados-diarios-com-a-pele/

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dra. Cláudia Alcântara Gomes

Dra. Cláudia Alcântara Gomes

Dermatologia

CRM: 61144-9 / RJ

TAGS
pele

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

1 comentário para "A quarentena pode ser um bom momento para tratar uma pele sensibilizada?"

undefined

estou precisando par apele dos braços e pernas, pele senssivel

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.