Por que processos como a depilação deixam a pele sensibilizada?

  • +A
  • -A

A depilação é um procedimento estético muito utilizado pelas mulheres, mas que hoje também atrai bastante o público masculino. Apesar de ser adotada por um número grande de pessoas, a depilação não pode ser feita de qualquer maneira. É importante saber fazer, com as técnicas adequadas, ou procurar profissionais qualificados que façam o serviço em centros estéticos, pois o processo agride um pouco a pele, deixando-a sensibilizada.  

Depilação e pele sensibilizada


“Após qualquer tipo de depilação,
é essencial o cuidado com a boa hidratação da pele. Todos os métodos (uns mais que outros) acabam levando embora as camadas mais superficiais da pele, tornando-a mais frágil  e sensível aos agentes externos. Isso pode resultar em complicações, como inflamações e alergias”, informa a dermatologista Alexandra Bononi.

Mas a boa hidratação apenas nem sempre é suficiente. Segundo a especialista, se a pele for mais propensa a inflamações, é interessante usar também um creme calmante (com ativos como o aloe vera). “Se a pele estiver muito irritada no final do procedimento, às vezes o profissional pode receitar um creme com antibiótico e anti-inflamatório”, afirma a médica.

Como todos os tipos de depilação agridem um pouco a pele, quanto mais o procedimento for frequente, maior será o dano. Mesmo assim, não existe um número exato de sessões para fazer com segurança, já que isso depende da sensibilidade de cada pele e do método de depilação utilizado. “Nos casos da depilação com cera ou laser, por exemplo, o ideal é fazer com pelo menos um mês de distância entre as sessões, para dar tempo da pele se recuperar completamente”, orienta Bononi.

Depilação a laser é a alternativa mais eficiente


A depilação a laser é considerada a melhor alternativa, pois “apresenta resposta mais definitiva ou prolongada entre todos os métodos”, nas palavras da Dra. Alexandra. Com essas características, número de vezes que a pessoa precisa fazer o procedimento durante a vida diminui. Por outro lado, trata-se de um procedimento caro, que não pode ser feito facilmente por qualquer um.

 

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dra. Alexandra Bononi

Dra. Alexandra Bononi

Dermatologia

CRM: 97012 / SP

TAGS
pele

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Por que processos como a depilação deixam a pele sensibilizada?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.