Sinais da calvície: as características que indicam riscos de queda de cabelo


  • +A
  • -A

A calvície é uma doença genética e a melhor forma de evitá-la é iniciar o tratamento precocemente, o que ajuda a retardar seu aparecimento e a promover uma melhora clínica moderada. Para que o processo dê certo, é importante ficar de olho nos primeiros sinais que indicam uma queda de cabelo mais intensa.

Excesso de cabelo na cama e no travesseiro é sinal da calvície


Um desses sinais são as “entradas”. “A rarefação de cabelos na região frontal do couro cabeludo com aumento da queda é um sinal da calvície conhecido popularmente como entradas. Além disso, o paciente irá perceber mais cabelos no travesseiro ou no banho, indicando a intensificação da perda capilar”, destaca a dermatologista Kaliandra Cainelli.  

De acordo com a médica, os sinais podem aparecer já a partir dos 17 anos, embora a maioria dos casos se inicie por volta dos 35 ou 40 anos de idade. Ao notar uma queda maior, é importante evitar estresse excessivo, cigarros, álcool e anabolizantes, assim como se alimentar adequadamente e manter os cabelos sempre limpos.

É possível tratar a queda de cabelo com remédios?


Outra medida necessária é se consultar com um dermatologista. “O médico irá auxiliar, fazendo o diagnóstico por meio de exames clínicos e laboratoriais e de outros métodos diagnósticos, como o tricograma e a videotricoscopia, para definir a alopecia e se não há outras causas associadas”, explica Dra. Kaliandra. Depois, serão recomendadas
medicações específicas para reduzir a queda e preservar os folículos capilares ainda viáveis.

“Os principais tratamentos são o uso de minoxidil tópico, um vasodilatador que aumenta a circulação sanguínea no folículo piloso, reduzindo a queda, e o uso de finasterida oral, que atua no principal fator da alopecia androgenética”, acrescenta. Hoje, estão disponíveis também tratamentos com uso de led, microagulhamento e mesoterapia, que têm exibido resultados promissores no retardamento da queda dos cabelos.

Dra. Kaliandra Cainelli é dermatologista graduada pela Unirio, é membro efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e atende no Rio de Janeiro. CRM-RJ: 80153-4 – www.kaliandra.com.br

Foto: Shutterstock

TAGS
cabelos
pele

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

4 comentários para "Sinais da calvície: as características que indicam riscos de queda de cabelo"

maria solla

Pant e muito bom, porém ninguém me avisou que ele deixava amarelo os cabelos brancos. Fiquei muito decepcionada.

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Maria, você pode esclarecer suas dúvidas a respeito deste medicamento em nossa Central de Atendimento Aché através do telefone 0800 701 6900, de segunda à sexta-feira, exceto feriados, das 8h00 às 17h00 ou através do e-mail cac@ache.com.br. Abraços.

Katia Santo

Por quanto tempo tenho que usar o Pant, a dermatologista não mencionou naa receita, ja estou completando 3 meses.

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Katia, neste caso o ideal é que você retorne em consulta para que o médico possa te orientar quanto a duração do tratamento. Abraços.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.