Calvície: O tipo de cabelo pode influenciar o quadro?

  • +A
  • -A

A calvície é uma doença provocada por fatores genéticos e hormonais e é muito frequente entre os homens. É uma condição caracterizada por alterações no ciclo de crescimento do cabelo que levam a um processo progressivo de afinamento e miniaturização dos fios, que se tornam menos volumosos, mais frágeis e curtos. Será que o tipo de cabelo pode influenciar o quadro? Descubra!

Quem tem fios de cabelo mais finos tem mais chance de ter calvície? 


É comum que
pessoas que têm cabelos muito finos fiquem mais preocupadas com a possibilidade do surgimento de calvície. No entanto, de acordo com a dermatologista Cláudia Alcântara, as características fenotípicas dos fios não têm relação direta com o desenvolvimento da condição.

“Fios de cabelo muito finos não aumentam a chance de o indivíduo desenvolver calvície porque o problema tem origem genética e hormonal. No entanto, em indivíduos com cabelos mais finos, a queda de cabelo pode se tornar mais precocemente perceptível, pois os fios, que já são naturalmente finos, sofrerão um processo de afinamento progressivo e se tornarão ainda mais”, explica a especialista.

A médica destaca ainda que o mesmo vale para outros tipos de cabelo, sejam lisos, ondulados, cacheados ou crespos. “O tipo de cabelo é geneticamente determinado e essa característica não interfere no desenvolvimento da calvície”, informa a profissional.

O tratamento da calvície pode variar de acordo com o tipo de cabelo?


As características dos fios também não influenciam o tratamento. O que interfere é o grau de evolução da calvície, que deve ser avaliado por um dermatologista. Em geral, são usados produtos tópicos que interrompem a queda dos fios e estimulam seu crescimento. Outras medidas também podem ajudar na prevenção, como
ter uma alimentação rica em vitaminas e minerais (ajuda a deixar o cabelo mais forte), tratar o excesso de oleosidade no couro cabeludo e evitar procedimentos com produtos químicos que podem danificar os fios, como alisamentos. 

Vale lembrar que remédios caseiros para o tratamento de calvície podem prejudicar a saúde capilar. Esses métodos são capazes de agravar a queda de cabelo e provocar reações alérgicas e até mesmo queimaduras no couro cabeludo. Portanto, a melhor maneira de tratar a condição é buscar orientação médica assim que surgirem os primeiros sinais para obter um diagnóstico e impedir a evolução da doença.

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dra. Cláudia Alcântara Gomes

Dra. Cláudia Alcântara Gomes

Dermatologia

CRM: 61144-9 / RJ

TAGS
cabelos

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Calvície: O tipo de cabelo pode influenciar o quadro?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.