html Quais são os maiores mitos sobre a calvície?

Quais são os maiores mitos sobre a calvície?


  • +A
  • -A

A alopecia androgenética, popularmente conhecida como calvície, é influenciada pela genética, como bem sugere o nome. Além disso, há uma influência hormonal, o que justifica o fato de ser mais comum em homens. Apesar do fator hereditário ser crucial, outros fatores podem contribuir também para esse tipo de queda de cabelo. O problema é que surgem diversos mitos nesse contexto.

“Alguns mitos popularmente disseminados em relação à calvície são os seguintes: usar boné ou gel pode dar calvície; lavar os cabelos todos os dias gera calvície; má alimentação pode ocasionar calvície; escovar muito os cabelos piora a queda; ficar grisalho significa que o cabelo não cai mais”, informa a dermatologista Daniela Aidar.


Principais mitos sobre a calvície

 

Segundo a especialista, existe uma grande diferença entre queda de cabelo, no sentido generalizado, e calvície. A queda de cabelo aguda é conhecida como eflúvio telógeno. É uma alteração do ciclo capilar e pode ser influenciada por alguns dos fatores já citados. “A queda aguda, geralmente, normaliza após seis meses e não leva à alopecia androgenética. Ela pode deixar uma pessoa que já tem a calvície com a aparência de ter menos cabelo, mas não piora a calvície em si”, explica a médica.

Sobre o mito de lavar o cabelo gerar a queda dos fios, deve-se ter em mente que a média diária de queda é de 100 a 150 fios e lavá-los não interfere nesse número. Porém, é no banho que se percebem os fios que já se soltaram durante o dia, pois eles vão diretamente para o ralo e deixam a impressão de que o banho piorou a queda. De acordo com Daniela, a mesma explicação vale para o ato de escovar os cabelos.

Já o uso de boné ou gel só vai interferir na queda caso seja excessivo, a ponto de aumentar a oleosidade e a seborreia (caspa), podendo intensificar a queda aguda. No entanto, esse hábito não piora nem leva à calvície. Já a má alimentação, por sua vez, pode causar queda aguda, mas não a calvície. “Por fim, cabelos brancos podem cair tanto quanto os escuros. O que acontece é que se a pessoa chegou numa idade mais avançada sem calvície, a chance de desenvolvê-la é menor, porém sempre existe”, afirma a profissional.


Diagnóstico e tratamento precoces da calvície são fundamentais

 

Por outro lado, uma das maiores verdades sobre a calvície, de acordo com a dermatologista, é que o tratamento e diagnóstico precoces conseguem desacelerar e até interromper a queda dos fios. É importante que aqueles que sofrem com o problema procurem ajuda médica especializada. O tratamento com medicamento muitas vezes é indicado e tem maior nível de eficácia.

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dra. Daniela Aidar

Dra. Daniela Aidar

Dermatologia

CRM: 156459 / SP

TAGS
cabelos
pele

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Quais são os maiores mitos sobre a calvície?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.