Rompimento de varizes: é possível? Como ocorre esse tipo de complicação?

  • +A
  • -A

As varizes são veias que se tornam inchadas e tortuosas e que assumem uma coloração azulada em decorrência do mau funcionamento da circulação sanguínea. Em parte dos casos, o problema não costuma gerar grandes complicações além da sensação de queimação, peso e desconforto. No entanto, em quadros que não são tratados da forma correta, pode haver o rompimento de varizes, causando hemorragias. 

Evitar traumas previne o rompimento de varizes

 

Segundo o angiologista Jayme Ramos, uma veia varicosa se torna mais frágil e suscetível a rompimentos ao sofrer pequenos traumas no dia a dia, ao fazer atividades comuns e até após um esbarrão. Por isso, deve-se ter cuidado redobrado para se proteger desses traumas, por exemplo, tomando-se muito cuidado com atividades físicas e também no dia a dia.

O rompimento de varizes é capaz de levar a problemas mais graves, que podem inclusive provocar a internação do paciente. Para evitar que isso aconteça, é fundamental buscar a ajuda de um angiologista ou cirurgião vascular o quanto antes para que ele possa determinar o melhor tratamento. “É possível que o rompimento desse vaso cause um grande sangramento, dor, infecção do local ferido e outras complicações”, alerta o médico.

Como evitar o surgimento de varizes?

 

A melhor forma de prevenir as complicações decorrentes das varizes é evitar os fatores de risco da doença e, assim, prevenir o seu surgimento. Entre as principais recomendações do Ministério da Saúde estão não fumar, manter o peso ideal, praticar exercícios físicos diariamente para fortalecer os músculos, evitar a exposição ao calor por tempo prolongado e reavaliar o uso de pílulas anticoncepcionais e de reposição hormonal. As mulheres grávidas, que são frequentemente afetadas pelo problema, também podem se prevenir usando meias de compressão elásticas.

Outra forma eficaz de prevenir as varizes é evitar manter o corpo em uma mesma posição durante muito tempo para evitar a sobrecarga das pernas. “Um grande fator determinante de veias varicosas é o aumento da pressão hidrostática dentro do vaso. Isso acontece muito mais comumente nos membros inferiores por causa da ação da gravidade, uma vez que passamos grande parte do dia com as pernas para baixo, tanto na posição de pé quanto sentada”, explica o angiologista.

 

Dados do Ministério da Saúde: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/dicas/247_varizes.html

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dr. Jayme Ramos de Almeida Filho

Dr. Jayme Ramos de Almeida Filho

Angiologia

CRM: 52663859 / RJ

TAGS
circulacao
varizes

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

2 comentários para "Rompimento de varizes: é possível? Como ocorre esse tipo de complicação?"
Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.