Por que a proteção solar é importante para evitar a hiperpigmentação da pele?

  • +A
  • -A

Fala-se em hiperpigmentação da pele quando ocorre escurecimento da mesma em função de aumento na produção de melanina. A exposição solar é um dos fatores para que isso ocorra, o que reforça a importância da proteção solar constante. De acordo com informações veiculadas no portal da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), o principal sintoma é o surgimento de manchas escuras que crescem ou não melhoram espontaneamente. 

Benefícios da proteção solar


“Os raios solares estimulam a pigmentação da pele por meio da melanina. Sendo assim, para evitar a hiperpigmentação é necessário se proteger do sol com todos os meios disponíveis.
O uso de filtro solar adequado para cada tipo de pele, chapéu, bonés e demais itens que façam a fotoproteção é essencial nesse sentido”, explica a dermatologista Thuany Santos.

Vale ressaltar que a exposição solar não é a única causa da hiperpigmentação. Ainda segundo a SBD, a hiperpigmentação também pode ser provocada por fatores como trauma, uso de hormônios ou de algumas medicações, exposição a agentes físicos e químicos, alterações genéticas, tumores (melanomas), doenças endocrinológicas e uso de alguns dermocosméticos. 

Principais medidas para combater os efeitos negativos dos raios solares


Também é válido se expor ao sol somente nos momentos do dia em que os
raios solares são menos intensos. Ou seja, antes das 10h e depois das 16h. Nesses períodos, vale a pena separar cerca de 20 minutos de exposição desprotegida para pegar vitamina D. O contato com o sol é a principal forma de obter esse importante nutriente, responsável por diversas funções do organismo.

Quanto ao filtro solar, deve-se buscar sempre a opção que mais se adequa às características específicas de sua pele, por meio das orientações de um médico especialista. Não adianta nada usar um produto que não atende às exigências da pele, bem como aplicá-lo de forma equivocada. Existem filtros solares para todo tipo de pele, seja ela normal, oleosa, seca, mista, acneica, sensível e hiperpigmentada.  

 

Dados da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD):

https://www.sbd.org.br/dermatologia/pele/procedimentos/hiperpigmentacao/24/#:~:text=Hiperpigmenta%C3%A7%C3%A3o%20%C3%A9%20o%20escurecimento%20da,variar%20em%20tamanho%20e%20forma.

 

 

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dra. Thuany Santos

Dra. Thuany Santos

Dermatologia

CRM: 17979 / DF

TAGS
cancer-de-pele
limpeza-de-pele
manchas-na-pele
pele

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Por que a proteção solar é importante para evitar a hiperpigmentação da pele?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.