Mito ou verdade: Quem tem a pele mais clara precisa usar protetor solar com FPS mais alto?

  • +A
  • -A

O fator de proteção solar (FPS) é um índice que mostra quanto tempo a pele fica protegida dos raios solares com o uso do protetor. Com a chegada do verão e dos dias mais quentes, muitas pessoas ficam na dúvida na hora de escolher seu protetor solar entre os diferentes FPS disponíveis nas prateleiras. Muitos acham que quanto mais clara for a pele maior deve ser o número do fator de proteção do filtro solar. Será que é verdade? Descubra!

Segundo a dermatologista Nandara Paiva o que varia entre os diferentes protetores é o tempo de reaplicação. “Os filtros têm o mesmo grau de proteção independentemente do fator. Então, se você demorar cinco minutos para começar a se bronzear e usar um FPS de 30, a pele ficará protegida por 150 minutos. Uma pele mais escura, geralmente demora mais a ficar bronzeada, digamos que 10 minutos. Se você usar um filtro fator 30, serão 300 minutos de proteção. A confirmação de que a pele estava protegida é quando, após a exposição, ela não mostra danos como vermelhidão e queimaduras”, explica.

Qual a melhor forma de aplicar o protetor solar?


Dra. Nandara afirma que aplicar cerca de uma colher de chá para cada região do corpo já é o suficiente para garantir a proteção necessária. “Uma colher de chá no rosto, pescoço e cabeça, para o tórax anterior, outra para o tórax posterior, assim como a mesma quantidade para cada face do membro. O filtro deve ser aplicado 30 minutos antes da exposição e reaplicado a cada 3 horas”, recomenda.

Engana-se quem pensa que o protetor solar é um item para ser usado apenas no verão. Os raios UVA e UVB estão presentes mesmo em dias frios e nublados. A exposição a essa radiação sem proteção pode levar ao envelhecimento precoce da pele, queimaduras, surgimento e piora de manchas, ressecamento e até câncer de pele. Além do protetor, itens como bonés, chapéus, guarda-sol e sombrinha também podem ajudar na proteção.

Filtro solar ajuda a prevenir câncer de pele


Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD),
o câncer de pele é o tipo mais recorrente da doença no Brasil, atingindo cerca de 180 mil novas pessoas a cada ano. Estima-se que as chances de cura da doença são de 90% nos casos em que ela é diagnosticada no início. A SBD afirma que uma das formas mais eficazes de prevenção deste tipo de câncer são as medidas de fotoproteção, como o uso recorrente de filtros solares.​​​​​​​

Dados da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD): https://www.sbd.org.br/dezembroLaranja

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dra. Nandara Paiva

Dra. Nandara Paiva

Dermatologia

CRM: 1050451 / RJ

TAGS
cancer-de-pele
pele

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Mito ou verdade: Quem tem a pele mais clara precisa usar protetor solar com FPS mais alto?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.