Como saber qual é a quantidade adequada de protetor solar?

  • +A
  • -A

Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), a maioria dos cânceres de pele está relacionado à exposição solar sem proteção adequada. A radiação ultravioleta (UV) presente nos raios do sol penetra profundamente na pele e pode causar diversas alterações, como o aparecimento de manchas, sardas, rugas e até tumores, como o carcinoma basocelular e o melanoma. Por isso, para manter a saúde da pele, é fundamental usar protetor solar. Mas, qual será a quantidade adequada? Descubra!

“Existe uma regra básica que facilita o uso do protetor, que é de uma colher de chá para o rosto e para cada face anterior e posterior dos membros. Isso também depende da altura de cada pessoa. Deve-se aplicar uma camada generosa, espalhar bem e reaplicar a cada 2 ou 3 horas para estar protegido das radiações UVA e UVB”, explica a dermatologista Marisa Fujimura. 

A médica recomenda usar o protetor solar durante todo o ano, mas alerta para os momentos de exposição solar direta, que exigem cuidados ainda maiores: “Nas praias, na piscina e no campo, devemos redobrar a atenção”. 

Como escolher o protetor solar ideal?


A maioria das pessoas pode ficar confusa com a quantidade de diferentes protetores disponíveis nas prateleiras, mas a SBD afirma que
o FPS (fator de proteção solar) é o que deve orientar a escolha. Um bom filtro solar deve ter uma boa absorção dos raios UVA e UVB, não ser irritante e também ser resistente à água. É indicado usar aqueles que tenham FPS de no mínimo 15, para uma pequena e média proteção, e os que têm FPS entre 30 e 50 para uma alta proteção. 

A SBD sugere que o ideal é adquirir os produtos que tenham FPS a partir de 30. Pessoas de pele clara devem usar filtros solares com fatores mais elevados, devido à alta sensibilidade da pele. “Vale lembrar que as peles mais brancas, sem melanina, precisam de mais proteção do que as peles morenas, mas todos devem usar protetor solar”, alerta Dra. Marisa.

Outras medidas para se proteger do sol


A radiação UVB, principal
responsável pelas queimaduras e pela vermelhidão da pele, atua mais intensamente entre as 10 e 16 horas. Por isso, é recomendado evitar a exposição ao sol durante esse período. Além do filtro solar, itens como chapéus, bonés e guarda-sol também auxiliam na proteção. “Hoje, existem roupas cujas fibras dos tecidos impedem a passagem da radiação UV, sendo um recurso muito interessante para peles muito claras”, informa a médica. 


Dados da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD): 
https://www.sbd.org.br/dermatologia/pele/cuidados/cuidados-diarios-com-a-pele/

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dra. Marisa Fujimura

Dra. Marisa Fujimura

Dermatologia

CRM: 61918 / SP

TAGS
cancer-de-pele
manchas-na-pele
pele

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

1 comentário para "Como saber qual é a quantidade adequada de protetor solar?"

A. Uyesaka

Ótimo conteúdo! Gostaria de deixar uma leitura complementar sobre um medicamento que auxilia no tratamento de tumores, caso tenha interesse em saber mais: https://www.drentrega.com.br/bem-estar/dores-e-sintomas/acetato-de-octreotida-para-o-tratamento-de-sintomas-relacionados-a-tumores

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.