Densitometria óssea: entenda bem sobre este exame


  • +A
  • -A

Com o passar dos anos todos os tecidos do corpo começam a ser comprometidos, tanto pelo envelhecimento natural como por ação de alguma doença.

Existem alterações que podem atingir os ossos, tornando-os mais frágeis a cada dia, como é o caso da osteoporose, o que aumenta significantemente o risco de fraturas, e para que a saúde óssea seja acompanhada de perto, existem exames que avaliam sua situação. Um destes é a densitometria óssea.

Através da tecnologia fornecida por este exame, que utiliza uma quantidade mínima de raios X como fonte de energia, é possível detectar a redução da massa óssea (estrutura dos ossos) com precisão e de forma precoce, o que contribui para que o tratamento, caso seja necessário, possa ser iniciado o quanto antes.

Atualmente a densitometria óssea é o melhor método para diagnosticar casos de osteoporose, sendo usado não apenas para o diagnóstico inicial, como também para acompanhar a evolução do tratamento e ajudar a equipe de saúde na escolha dos medicamentos e métodos terapêuticos que apresentem melhorias mais satisfatórias.

As orientações pré/pós-exame variam de acordo com o local de realização e condições clínicas individuais, por isso, devem ser consultadas previamente com a equipe responsável e seguidas à risca, para que não haja comprometimento dos resultados.

A fim de evitar riscos desnecessários (mesmo que a dose de radiação seja mínima) recomenda-se que não se realize a densitometria em gestantes, pessoas que realizaram exame com contraste ou de medicina nuclear recentemente, indivíduos que não consigam ficar deitados pelo tempo necessário para a realização do exame e quem tenha o diâmetro abdominal antero posterior maior que os limites da técnica (para exames centrais).

Referências:

  • Márcia de Carvalho. Densitometria óssea [online] Hospital Israelita Albert Einstein. [acesso em 08/04/2017] Disponível em: http://rle.dainf.ct.utfpr.edu.br/hipermidia/images/documentos/Densitometria_ossea.pdf
  • Consenso Brasileiro em Densitometria Clínica Versão Resumida [online] Sociedade Brasileira de Densitometria Clínica Set/2003. [acesso em 08/04/2017] Disponível em: http://www.sbdens.org.br/sbdens/pdf_posicoes_oficiais/16_1.pdf
  • LOPES, Hélio de Araújo; et. al. Densitometria Óssea [online] Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento. ano 2, vol. 13. P.: 428-433 Jan/2017. [acesso em 08/04/2017] Disponível em: https://www.nucleodoconhecimento.com.br/saude/densitometria-ossea?pdf=6505
COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Central Saudável Saber

Central Saudável Saber

Clínica Médica

CRM: /

TAGS

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Densitometria óssea: entenda bem sobre este exame"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.