Altura e osteoporose: por que mulheres de baixa estatura devem ficar mais atentas à doença?


  • +A
  • -A
Imagem do post Altura e osteoporose: por que mulheres de baixa estatura devem ficar mais atentas à doença?

Existem diversos fatores de risco associados à osteoporose, como, por exemplo, ter a pele clara e histórico familiar marcado pela doença. Mulheres com baixa estatura e peso, especialmente depois da menopausa, também estão mais predispostas ao desenvolvimento do quadro.

 

Existe alguma relação entre IMC e osteoporose?

 

Pessoas mais baixas e com menos peso estão mais sujeitas à osteoporose, pois, em geral, apresentam menor pico de massa óssea em todas as fases da vida, além de possuírem ossos e massa muscular reduzidos. Por isso se diz que o IMC (índice de massa corporal) é relevante para determinar maior ou menor propensão aos riscos da osteoporose.  

“A relação medida pelo IMC mostra que as pessoas com índices mais baixos, ou seja, magras e baixas, têm mais propensão à evoluir com osteoporose. Existem algumas teorias que explicam porque ter mais massa corporal seria benéfico nesse contexto. Uma delas é a que diz que a gordura gera proteção e está associada ao estrogênio (hormônio importante na prevenção da doença”, explica o ortopedista Lúcio Nakada.

 

Cuidados para prevenir a osteoporose

 

As mulheres, por sua vez, são, em geral, mais vulneráveis à osteoporose por possuírem ossos mais leves e finos. Quando passam pela menopausa, se tornam ainda mais propensas a desenvolverem a doença por conta das alterações hormonais experimentadas nesta fase. No caso, elas perdem a proteção do estrógeno, tendo em vista a queda de produção que este sofre.

Portanto, mulheres baixas e magras precisam ter atenção redobrada com as medidas preventivas contra a osteoporose, de preferência antes de chegarem à menopausa, pois quanto antes os cuidados forem tomados, melhor. Ganha destaque nesse contexto o consumo de cálcio e de vitamina D (exposição solar) e a prática de atividades físicas.  

 

Dr. Lucio Nakada é ortopedista e traumatologista e atua em São Paulo. CRM-SP: 87965

Foto: Shutterstock

TAGS
ossos
osteoporose

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

2 comentários para "Altura e osteoporose: por que mulheres de baixa estatura devem ficar mais atentas à doença?"

Marta

Achei interessante, porém, não ficou claro o que é uma mulher BAIXA e MAGRA?? Não existe parâmetros para comparação, gostaria, se possível, uma tabela ou alguns parâmetros, brasileiros, é claro, de alturas de mulheres e homens, por que não né??

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Marta, o homem brasileiro tem, em média, 1,73 m, e a mulher, 1,60 m. Para saber se uma pessoa está com o peso adequado, é feito o cálculo do IMC (Índice de Massa Corporal). De acordo com a Organização Mundial de Saúde, o IMC é calculado por meio do peso (em quilos) dividido pela altura (em metros) ao quadrado.
Os resultados classificam-se da seguinte forma:
Menor que 18,5 – Abaixo do peso
Entre 18,5 e 24,9 – Peso normal
Entre 25 e 29,9 – Sobrepeso (acima do peso desejado)
Igual ou acima de 30 – Obesidade.
Abraços.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.