O que é bom para pressão alta? Saiba que medidas ajudam a tratar hipertensão no dia a dia

  • +A
  • -A

É provável que você conheça ou conviva com alguém que sofre de pressão alta, já que segundo o Ministério da Saúde, 35% da população brasileira tem hipertensão arterial, o que engloba cerca de 17 milhões de pessoas. Trata-se de uma doença crônica que pode acarretar sérios riscos à vida. A boa notícia é que dá para conviver melhor com a hipertensão no dia a dia, adotando alguns hábitos e evitando outros. Convidamos a cardiologista Ana Catarina Periotto para te explicar o que é bom para pressão alta. Confira!

Mudar o estilo de vida faz a diferença para hipertensos

A hipertensão não tem cura, mas é possível viver com qualidade de vida com algumas mudanças no cotidiano, como recomenda a cardiologista: “Praticar caminhadas e atividades aeróbicas regularmente, beber de 2 a 3 litros de água por dia, aumentar o consumo de frutas, verduras e legumes, tomar as medicações diariamente mesmo que não apresente sintomas, verificar a pressão com frequência, pois a hipertensão pode ser silenciosa e não apresentar sintomas na maioria das pessoas”. 

Uma dica interessante é incrementar o cardápio com alimentos diuréticos, como melancia, melão e abacaxi. Além da água, é possível variar a dieta com chás de ervas e sucos naturais. Esses alimentos diminuem o inchaço provocado pela retenção de líquidos causada pela pressão alta e ainda ajudam a eliminar toxinas. Carnes e laticínios magros, como queijo branco e iogurte desnatado, são boas opções para incluir em uma alimentação balanceada. 

Ao mesmo tempo, também é importante cortar algumas práticas que podem agravar a hipertensão arterial. “É preciso reduzir o sal da alimentação, o uso de alimentos industrializados e condimentados e de gordura saturada”, explica Dra. Ana Catarina. A médica ainda lembra que evitar o tabagismo e o consumo de álcool também são medidas benéficas para quem sofre com a pressão alta. Evitar o estresse também é importante. “O tratamento deve aliar, basicamente, mudança do estilo de vida aliado aos medicamentos de uso contínuo”, informa a especialista. 

Pressão alta: sintomas que servem de alerta

A pressão arterial elevada é considerada uma doença silenciosa, ou seja, que não costuma provocar sintomas na maioria dos pacientes. Os sintomas geralmente se manifestam na crise hipertensiva, que ocorre quando há um pico na regulação arterial em quem ainda não tem a doença controlada. Os sintomas de pressão alta incluem dor de cabeça, dor na nuca e tontura, sonolência e zumbido no ouvido. Problemas como visão dupla ou embaçada, dificuldades para respirar e enjoo também podem fazer parte desse quadro. Ao sentir qualquer um dos sintomas da pressão alta, o mais indicado é procurar um pronto-socorro imediatamente. 

Caso não tratada, a doença pode causar complicações. “A hipertensão leva a infarto, aneurismas, AVC, infarto, insuficiência renal e cegueira”, explica Dra. Ana Catarina. Como é possível já conviver com a doença sem ter crises, é necessário fazer check-ups constantes e estar alinhado com as recomendações de seu cardiologista. 

 

Dados do Ministério da Saúde: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/caderno_atencao_basica15.pdf

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dra. Ana Catarina de Medeiros Periotto

Dra. Ana Catarina de Medeiros Periotto

Cardiologia

CRM: 141696 / SP

TAGS
cardiovascular
coracao
pressao-alta

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

3 comentários para "O que é bom para pressão alta? Saiba que medidas ajudam a tratar hipertensão no dia a dia"
Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.