O que é hipertrofia ventricular esquerda e qual é sua relação com a hipertensão?

  • +A
  • -A

O coração e todo o sistema cardiovascular exercem funções vitais para o corpo humano. Neles, qualquer alteração pode prejudicar todo o organismo. A hipertrofia ventricular esquerda é uma dessas alterações. Trata-se de uma doença bastante comum, caracterizada pelo aumento da espessura do músculo da parede do ventrículo esquerdo, câmara do coração responsável por bombear o sangue para todo o corpo.

Hipertrofia ventricular esquerda aumenta chance de morte súbita


Estudos demonstraram que o problema aumenta o risco de desenvolver algumas doenças, como insuficiência cardíaca,
acidente vascular cerebral (AVC), doenças coronarianas e até de morte súbita. O diagnóstico precoce ajuda a evitar essas complicações. Ele é feito por meio de exames conduzidos por um cardiologista.

“Durante o exame físico, pode-se observar indícios da hipertrofia ventricular esquerda. O eletrocardiograma é um bom exame, mas tem especificidade baixa. O exame mais indicado é o ecodopplercardiograma, que é capaz de avaliar a estrutura e a função do coração”, afirma o cardiologista Guilherme Utsumi.

Segundo o médico, a hipertrofia ventricular esquerda é uma resposta adaptativa do coração à hipertensão arterial crônica e também está presente em casos de obesidade e de doenças nas válvulas cardíacas. “A pressão arterial elevada representa o aumento da resistência à passagem do sangue pelas artérias do corpo, exigindo maior força por parte do coração e, consequentemente, hipertrofiando o miocárdio”, afirma o profissional.

Essa condição tem tratamento? Como funciona?


O diagnóstico precoce acaba facilitando também o sucesso do tratamento, que deve ser feito com a redução e o
controle da pressão arterial. “Algumas classes de medicações, como os inibidores da enzima conversora da angiotensina (IECA) e os Bloqueadores de Receptores de Angiotensina II (BRAs), apresentam maior redução do ventrículo esquerdo”, destaca Utsumi.

 

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dr. Guilherme Utsumi 

Dr. Guilherme Utsumi 

Cardiologia

CRM: 33891 / PR

TAGS
cardiovascular
coracao
hipertensao
pressao-alta

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

6 comentários para "O que é hipertrofia ventricular esquerda e qual é sua relação com a hipertensão?"

Clemilson

Fui diagnosticado com Hipertrofia ventricular esquerda não sabia que era hipertenso fui receitado em tomar 2 medicamentos asea hct 40 25 e lonvalo 5 mg, neste caso e necessário eu tomar algum medicamento para tratamento do HVE ? visto que o problema era minha pressão arterial e com o uso destes medicamentos minha pressão estar controlada a minha duvida e que além desses medicamentos e necessario eu ingerir algum outro para o HVE?

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Clemilson. Conforme a matéria, o tratamento consiste em reduzir e controlar a pressão arterial, pois a hipertrofia ventricular esquerda é uma resposta adaptativa do coração à hipertensão arterial. Para possíveis mudanças no tratamento, recomendamos que consulte o médico, para que ele faça os exames e verificações fundamentais, e assim realizar as alterações, se for necessário. Até logo.

Meu nome e Gislene

Fui diadinosticada com hipertrofia concintriva discreta do ve….e insuficiência motel discreta

Amada

Quem é diagnósticado com hipertrofia ventricular esquerdo pode trabalhar normalmente?

Rosemery

Fui diagnosticada com o ventrículo esquerdo apresenta discreta hipertifia excentrica. Meu cardiologista passou para mim usar Olmecor de 20 MG mas não tou me dando bem.

Carlos lima

Quem e portador de wpw pode se aposentar

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.