Hipertensão: um infarto pode causar danos nos rins?


  • +A
  • -A

O episódio que configura um infarto não provoca danos diretos aos rins, mas o contexto no qual ele está inserido pode não ser favorável a esses órgãos, uma vez que o infarto pode resultar em comprometimento do equilíbrio circulatório do organismo e consequentemente, afetar a função dos rins.

Relação entre infarto e danos aos rins


“O infarto agudo do miocárdio não gera
dano direto aos rins. Porém, o grupo de pacientes com comprometimento coronariano apresenta alta prevalência de hipertensão arterial e diabetes mellitus, todos conhecidos preditores de piora da função renal”, informa a cardiologista Bruna Baptistini.

De acordo com a Dra. Caroline Nagano, também cardiologista, um outro fator a ser lembrado é o exame de cateterismo cardíaco (normalmente indicado após um infarto), que também pode ser prejudicial aos rins em alguns casos, uma vez que utilizam-se substâncias para o contraste, cuja finalidade é ajudar a gerar imagens mais definidas para facilitar a avaliação do médico.

Em casos de infarto do miocárdio, o tratamento adequado e o mais brevemente possível é a forma mais eficiente de se prevenir complicações circulatórias que podem resultar em danos aos rins.

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dra. Caroline Nagano

Dra. Caroline Nagano

Cardiologia

CRM: 145246 / SP

Dra. Bruna Baptistini

Dra. Bruna Baptistini

Cardiologia

CRM: 145229 / SP

TAGS
coracao
infarto
pressao-alta

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

2 comentários para "Hipertensão: um infarto pode causar danos nos rins?"

Marlene Maria

Descobri hipertensão arterial ecencial aos 20 anos de idade. Desde então fiz uso contínuo de remédios para controlar, além de ficar atenta na alimentação, evitando excessos. Mesmo assim, do frio um enfarto aos 65 anos. Tomo mais remédios agora e usei muito pra me sentir melhor. Foram muitas dores que me assustavam muito, mas os eletrocardiograma sempre der normais. Na minha família, já perdi muitos parentes e inclusive irmão com infarto. Na realidade sou a única que sobrevivi.Faço exames de 6 em 6 meses e espero que continue sem alterações.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Marlene. A hipertensão é uma doença crônica que, se não for controlada, coloca em sério risco a saúde do todo o corpo humano. Por isso, adotar medidas que ajudam a preveni-la é essencial. De acordo com o especialista, na alimentação, é importante reduzir o consumo de frituras, enlatados, alimentos ricos em açúcar e gordura saturada e produtos que aumentam o colesterol ruim. Já a qualidade do sono pode ser melhorada diminuindo o estresse e a ansiedade e regulando a quantidade de horas dormidas por noite. Essas medidas ajudam ainda a prevenir diabetes e obesidade, doenças consideradas fatores de risco para a hipertensão. Vale ressaltar que você deve sempre buscar orientação médica para controlar os sintomas de forma completa e eficaz. Abraços.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.