Doença silenciosa: A ausência de sintomas da hipertensão pode prejudicar o tratamento?


  • +A
  • -A

A hipertensão é uma doença crônica que provoca o aumento da pressão arterial, mesmo em momentos de repouso, colocando em risco não só a saúde do sistema cardiovascular como de todo o corpo. Uma de suas principais características é a ausência de sintomas na maior parte dos casos, o que pode acabar atrasando o diagnóstico e atrapalhando o tratamento. Por isso, a hipertensão é conhecida como uma doença silenciosa.

 

Falta de sintomas da hipertensão dificulta diagnóstico e busca por tratamento

 


Segundo o cardiologista Francisco Flávio Costa Filho, a hipertensão é traiçoeira. “Mesmo quando está descontrolada, machucando nossos vasos sanguíneos do cérebro, coração, rins e olhos, ela pode não trazer nenhum sintoma! Por não sentirmos nada, não tomamos nenhuma atitude para resolver o problema”, diz o médico.

Esta falta de ação faz com que o indivíduo com pressão alta não consiga controlar a doença e, consequentemente, tenha um risco maior para algumas das principais complicações da hipertensão, como infarto, derrame e insuficiência renal, em comparação aos pacientes que iniciaram o tratamento e conseguiram controlar a pressão arterial.

 

Pessoas com fatores de risco devem monitorar pressão com frequência

 


Com o passar do tempo, os prejuízos da doença vão se acumulando e os
sintomas só aparecem quando o quadro de saúde já é crítico. Para as mulheres, isso é ainda pior. “Elas procuram mais tardiamente um serviço de emergência, só quando começam a sentir os sintomas. Nas mulheres, muitas vezes, os sintomas são inespecíficos, o que atrasa o diagnóstico”, alerta o especialista.

A recomendação é não esperar o aparecimento de um sintoma para começar a desconfiar de uma hipertensão descontrolada, especialmente quem tem algum fator de risco. Quem recebeu o diagnóstico da doença, deve seguir o tratamento à risca e jamais interrompê-lo sem autorização do médico. Para quem não foi diagnosticado, o ideal é procurar uma farmácia ou posto médico para aferir a pressão periodicamente.

 

Dr. Francisco Flávio Costa Filho é cardiologista formado pela Universidade Federal do Ceará e atua em São José dos Campos (SP). CRM-SP: 141903

 

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
TAGS
avc
cardiovascular
coracao
dor-no-peito
infarto
pressao-alta

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

8 comentários para "Doença silenciosa: A ausência de sintomas da hipertensão pode prejudicar o tratamento?"

Rute Lea Gomes Coelho

Fui ao Cardiologista para pedir o risco cirúrgico pra operar a catarata chegando lá minha pressão estava alta nunca tive a pressão alta ele pediu uns exames e tenho medido diariamente e ela permanece alta tenho sentido dor de cabeça

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Rute, por isso a fama de silenciosa, faça o acompanhamento com o cardiologista rigorosamente. Abraços.

Antônia de Maria Bezerra Santiago

Eu acho que estas informações e muito boas para um aprendizado para aprendizado e muito valido

CUIDADOS PELA VIDA

Ola Antônia, que bom que você tem gostado das matérias, fica por aqui que sempre tem matéria nova. Abraços.

Nely da Rocha Xavier

Informação lastreada em bases científicas é sempre de grande valia. Obrigada.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Nely, que bom que gostou, cuidados com a saúde é realmente importante. Continue conosco para mais matérias como esta. Um abraço.

Rosi Simioni

Obrigada amiga Tania. Foram infirmações muito uteis. Obrigada pir me enviar

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Rosi, agora você já conhece a página, fique sempre por aqui, novidades é o que não faltam. Abraços

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.