Vista cansada: por que o esforço visual excessivo pode causar dor de cabeça?

  • +A
  • -A

As dores de cabeça ligadas ao esforço visual são bastante comuns, mais até do que as pessoas imaginam. Muitos pacientes não fazem essa associação e sofrem com as dores sem saber sua real causa. O incômodo, quando relacionado à visão, pode ser explicado pela dificuldade em manter as imagens em foco nítido, principalmente em quem enxerga pior de perto.

Relação entre esforço visual e dor de cabeça


“O mecanismo de foco de olho é feito pelos músculos que circundam o cristalino, que é a lente do olho e fica atrás da pupila. O conjunto desses músculos chama-se processo ciliar. A contração e relaxamento do processo ciliar, aumentando ou diminuindo a curvatura do cristalino, nos permite focar em todas as distâncias. Esse processo de foco se chama acomodação”, explica o oftalmologista Ivan Maluf.

Segundo o especialista, quando as pessoas atingem os 40 anos de idade, começam a perder a acomodação, devido à esclerose do processo ciliar, o que progride com perda gradual da visão de perto até os 60 anos, quando ocorre a estabilização. “A princípio, percebemos alteração da visão de perto, havendo necessidade de se esticar o braço para conseguir foco”.

Correção e tratamento da visão para acabar com a dor de cabeça


A perda da eficiência da acomodação sobrecarrega os músculos do processo ciliar, levando à fadiga visual e dor de cabeça.
Também é comum que haja irritação no fim do dia, após trabalho sem óculos, especialmente em jovens. “A correção da presbiopia (perda do foco para perto) é feita com óculos para leitura, cujo foco é colocado a 35cm”.

 

Sobre Doença do Olho Seco

 

A Doença do olho Seco é bem frequente na população geral, podendo alcançar 20% da população em alguns países. (ref 1). Aqui no Brasil a prevalência chega bem próximo de 16% da população (ref 2).

Os sintomas mais comuns são ardência nos olhos, sensação de areia, vermelhidão e embaçamento da visão. (ref 2). Sabe-se que o uso de telas por longos períodos e a poluição são grandes causadores da piora desses sintomas (ref 2).

Ela é o resultado de diferentes doenças e condições que alteram a lubrificação dos olhos com diminuição da produção da lágrima ou deficiência em alguns de seus componentes, ou seja, pouca quantidade e/ou má qualidade da lágrima. (ref 3)

O tratamento mais comum é o uso de lágrimas artificiais durante o dia, os chamados lubrificantes oculares (ref 3,4) e medidas como piscar mais vezes quando no computador ou celular, higiene adequada das pálpebras e retirada correta de maquiagem. (ref 3)

A doença pode-se agravar com o tempo e será necessário intensificar o tratamento.

Procure um oftalmologista se esses sintomas estiverem te incomodando!

 

Referências:

1)Karmel M. A Quick Guide to Dry Eye. AAO.2014. Disponível em: https://www.aao.org/eyenet/article/quick-guide-to-dry-eye

2)Castro JS, et al. Prevalence and Risk Factors of self-reported dry eye in Brazil using a short symptom questionnaire. Nature.2018.

3)Olho Seco. IORJ_ Instituto de Oftalmologia do Rio de Janeiro. Disponível em: https://iorj.med.br/olho-seco/

4)Fonseca EC et al. Olho seco: etiopatogenia e tratamento. Arq. Bras. Oftalmol. 2010

 

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dr. Ivan Maluf

Dr. Ivan Maluf

Oftalmologia

CRM: 7659 / PR

TAGS
dores-no-corpo

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Vista cansada: por que o esforço visual excessivo pode causar dor de cabeça?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.