Unhas frágeis: Como o uso de medicações orais e tópicas aumenta a eficácia do tratamento?

  • +A
  • -A

As medicações indicadas no tratamento das unhas frágeis elevam a eficácia do processo. Isso porque estimulam o fortalecimento ungueal. A presença de biotina nos remédios é o grande diferencial, pois trata-se de uma vitamina que estimula a formação de queratina, proteína essencial para o crescimento e fortalecimento de cabelo e unhas.

Tratamento medicamentoso das unhas frágeis


“As medicações orais aumentam a eficácia do tratamento contra unhas frágeis. Estudos mostram que suplementos a base de biotina são capazes de
fortalecer, aumentar a resistência e o crescimento das unhas. Os resultados podem ser observados após cerca de três meses de tratamento, mas são recomendados de seis a 12 meses de tratamento”, explica a dermatologista Juliana Fonte. 

Portanto, é importante entender que a melhora só virá a partir deste período de tempo. É preciso paciência. Caso contrário, você apenas irá se frustrar e, possivelmente, abandonar o tratamento em decorrência, sem conseguir resolver o problema. Buscar a biotina na alimentação é outra forma de complementar o tratamento contra unhas frágeis. Gema de ovo, cereais integrais e nozes são algumas das principais fontes alimentares.

Evitando os fatores de risco


Por mais que seja a base do tratamento, o uso de medicamento não é a única medida relevante do tratamento. Segundo a médica, as medidas preventivas devem ser feitas sempre. Como as unhas frágeis se manifestam e
pioram pela influência de determinados fatores de risco (uso de esmaltes e detergente, por exemplo), a eliminação de tais fatores é fundamental para melhora do quadro. 

“O tratamento das unhas frágeis envolve mudanças de hábitos, como por exemplo: usar luvas para lavar louças, roupas ou qualquer outro tipo de manipulação na água ou produtos químicos; evitar uso prolongado de esmalte, usar removedores de esmalte com ativos hidratantes; tratamentos tópicos com hidratantes nas mãos, cutículas e unhas, esmaltes de tratamento e medicações orais”, informa a profissional. 

 

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dra. Juliana Fonte

Dra. Juliana Fonte

Dermatologia

CRM: 32136 / RS

TAGS
pele
unhas

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Unhas frágeis: Como o uso de medicações orais e tópicas aumenta a eficácia do tratamento?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.