Vídeo

Vídeo

Saiba o que pode causar a redução do fluxo urinário

Tem percebido uma certa redução do jato de urina? Essa alteração, em alguns casos, pode significar que há algum problema de saúde afetando o funcionamento do trato urinário. Conversamos com o urologista e cirurgião de tumores urológicos Paulo Emílio Fuganti para entender mais sobre as causas por trás da redução do fluxo urinário. Confira!

Diminuição do jato urinário dificilmente é percebida pelo homem

 

De acordo com o especialista, a piora do fluxo urinário dificilmente é notada pelo homem: “Isto porque ela ocorre lentamente e a pessoa vai se acostumando a urinar mais devagar. Muitas vezes, quem percebe é a esposa, ou os filhos, que notam que o homem passa a demorar mais no banheiro para urinar. Às vezes, ouvem o barulho de um jato interrompido, ou notam roupas molhadas com urina”. 

Assim que a questão for notada, é importante procurar o auxílio de um urologista para verificar e tratar o problema. “O jato urinário mais fraco pode acontecer em mulheres também, mas é muito mais comum nos homens. Nestes, a redução do fluxo urinário geralmente vem do crescimento da próstata, embora também possa ocorrer em pessoas com estreitamento da uretra”, afirma Dr. Fuganti. 

Hiperplasia prostática benigna pode causar redução do fluxo urinário

 

Hiperplasia prostática benigna (HPB) é o nome que se dá à condição caracterizada pelo crescimento da próstata, que é lento e gradual. Este crescimento é benigno, ou seja, não canceroso, mas pode atrapalhar a qualidade de vida e o padrão de sono, segundo a Sociedade Brasileira de Urologia. Ainda de acordo com a entidade, o problema afeta cerca de 70% dos homens acima dos 70 anos de idade. 

O aumento da próstata reduz o fluxo urinário por dificultar a passagem da urina pela uretra. Como consequência, a hiperplasia prostática benigna aumenta o número de idas ao banheiro durante o dia e durante a noite e causa uma vontade quase urgente de urinar, mas ao mesmo tempo, provoca uma redução da força do jato urinário e uma demora para começar a urinar. 

Estreitamento da uretra também diminui fluxo urinário

 

Outro problema que pode causar a redução do fluxo urinário é o estreitamento da uretra, chamado de estenose de uretra, que bloqueia parcial ou totalmente a passagem da urina. O jato é fraco e pode haver aumento do tempo de micção, incontinência urinária e presença de sangue na urina. Outro sintoma é o aumento da frequência da micção e uma certa dificuldade para urinar, o que pode acabar sujando o vaso sanitário e o chão durante o ato.

 

Dados da Sociedade Brasileira de Urologia: https://portaldaurologia.org.br/publico/doencas/doencas-da-prostata/ 

https://portaldaurologia.org.br/medicos/wp-content/uploads/2017/08/guideline_AUA_SBU-ilovepdf-compressed.pdf 

Matérias

AGENDA DE EVENTOS

Vídeo

Vídeo

Saiba o que pode causar a redução do fluxo urinário

Tem percebido uma certa redução do jato de urina? Essa alteração, em alguns casos, pode significar que há algum problema de saúde afetando o funcionamento do trato urinário. Conversamos com o urologista e cirurgião de tumores urológicos Paulo Emílio Fuganti para entender mais sobre as causas por trás da redução do fluxo urinário. Confira!

Diminuição do jato urinário dificilmente é percebida pelo homem

 

De acordo com o especialista, a piora do fluxo urinário dificilmente é notada pelo homem: “Isto porque ela ocorre lentamente e a pessoa vai se acostumando a urinar mais devagar. Muitas vezes, quem percebe é a esposa, ou os filhos, que notam que o homem passa a demorar mais no banheiro para urinar. Às vezes, ouvem o barulho de um jato interrompido, ou notam roupas molhadas com urina”. 

Assim que a questão for notada, é importante procurar o auxílio de um urologista para verificar e tratar o problema. “O jato urinário mais fraco pode acontecer em mulheres também, mas é muito mais comum nos homens. Nestes, a redução do fluxo urinário geralmente vem do crescimento da próstata, embora também possa ocorrer em pessoas com estreitamento da uretra”, afirma Dr. Fuganti. 

Hiperplasia prostática benigna pode causar redução do fluxo urinário

 

Hiperplasia prostática benigna (HPB) é o nome que se dá à condição caracterizada pelo crescimento da próstata, que é lento e gradual. Este crescimento é benigno, ou seja, não canceroso, mas pode atrapalhar a qualidade de vida e o padrão de sono, segundo a Sociedade Brasileira de Urologia. Ainda de acordo com a entidade, o problema afeta cerca de 70% dos homens acima dos 70 anos de idade. 

O aumento da próstata reduz o fluxo urinário por dificultar a passagem da urina pela uretra. Como consequência, a hiperplasia prostática benigna aumenta o número de idas ao banheiro durante o dia e durante a noite e causa uma vontade quase urgente de urinar, mas ao mesmo tempo, provoca uma redução da força do jato urinário e uma demora para começar a urinar. 

Estreitamento da uretra também diminui fluxo urinário

 

Outro problema que pode causar a redução do fluxo urinário é o estreitamento da uretra, chamado de estenose de uretra, que bloqueia parcial ou totalmente a passagem da urina. O jato é fraco e pode haver aumento do tempo de micção, incontinência urinária e presença de sangue na urina. Outro sintoma é o aumento da frequência da micção e uma certa dificuldade para urinar, o que pode acabar sujando o vaso sanitário e o chão durante o ato.

 

Dados da Sociedade Brasileira de Urologia: https://portaldaurologia.org.br/publico/doencas/doencas-da-prostata/ 

https://portaldaurologia.org.br/medicos/wp-content/uploads/2017/08/guideline_AUA_SBU-ilovepdf-compressed.pdf