Dia das Mães: a importância de ficar de olho na saúde delas na terceira idade


  • +A
  • -A

O segundo domingo do mês de maio é uma data especial, escolhida para celebrar o Dia das Mães. Neste dia, muitos filhos aproveitam para cuidar, presentear e homenagear suas mães. No entanto, uma forma de cuidado nem sempre lembrada é ficar de olho na saúde, especialmente entre as mamães da terceira idade, que precisam de uma atenção redobrada nesta fase da vida.  

Desidratação pode provocar confusão mental nas mães idosas


Segundo a geriatra Daniela Fonseca de Almeida Gomez, um dos maiores perigos que as mães mais velhas podem enfrentar é a
desidratação: “Idosas têm maior risco de apresentar desidratação, uma vez que têm menor reserva hídrica, têm a percepção da sede diminuída e usam medicamentos que podem favorecer uma maior perda de água”, afirma a especialista. A desidratação pode causar infecções urinárias, confusão mental e até hipotensão.

As quedas, sejam em casa ou na rua, também podem se tornar um grave problema para as idosas. “No Brasil, cerca de 30% dos idosos caem ao menos uma vez por ano e as quedas podem levar a consequências físicas e psicológicas. Muitos evoluem com depressão, diminuem sua funcionalidade e restringem suas atividades, o que pode ocasionar isolamento social e piora da qualidade de vida”, diz a médica. Algumas formas de evitar as quedas são retirar tapetes da casa, instalar barras de ferro no banheiro e em escadas, instalar pisos antiderrapantes e orientar as mães a andar mais devagar.

Tratamento de doenças merece atenção especial na terceira idade


É essencial também ficar de olho na saúde das mães na terceira idade devido à quantidade de medicações que muitas delas tomam para prevenir ou tratar doenças. Erros no uso de medicamentos são frequentes, segundo a profissional, e oferecem riscos, assim como a
automedicação. “Alguns remédios aparentemente inócuos podem predispor crises hipertensivas, AVC e glaucoma. Além disso, o princípio ativo de um remédio pode interferir na ação de outro medicamento, o que chamamos de interação medicamentosa, e pode ocasionar reações adversas”, alerta a especialista.

Ao visitar a mãe, é importante verificar a qualidade dos alimentos na geladeira e despensa. Se a idosa for lúcida, sem interferir na sua autonomia, ofereça companhia para ir ao mercado e à feira, o que pode ser um excelente programa entre mães e filhos. Combine almoços em família e disponha-se a fazer alguns pratos e congelá-los. As mães devem ser orientadas ainda a procurar um geriatra ou ginecologista pelo menos uma vez ao ano, ou, dependendo do estado de saúde, com maior frequência.

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dra. Daniela Fonseca de Almeida Gomez

Dra. Daniela Fonseca de Almeida Gomez

Geriatria

CRM: 104817 / SP

TAGS
alimentacao
ossos

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Dia das Mães: a importância de ficar de olho na saúde delas na terceira idade"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.