Entenda porque a reposição de vitamina D deve ser feita com acompanhamento médico!

  • +A
  • -A

A reposição de vitamina D, nutriente conhecido como vitamina do sol, é muito importante para o bom funcionamento do nosso organismo, auxiliando na prevenção de doenças osteomusculares, como a osteoporose e a osteopenia. Porém, essa suplementação só deve ser após a recomendação médica. Quer saber os motivos? Para explicar esse tema, convidamos a médica de família Eloize Aparecida Dotta, que esclareceu algumas dúvidas sobre a reposição de vitamina D. Confira!

Falta de vitamina D pode causar raquitismo

A vitamina D é uma substância vital para a nossa saúde e sua falta pode causar diversos problemas. Entre as doenças causadas pela falta de vitamina D estão as infecções oportunistas, como gripe e resfriado, que se aproveitam da defasagem do sistema imunológico causada pela ausência do nutriente. 

No entanto, essa não é a única consequência da vitamina D baixa: a relação entre cálcio e vitamina D é muito importante para o bom desenvolvimento de ossos e dentes, como reforça Dra. Eloize: “A principal consequência da falta de vitamina D é o raquitismo. A maioria das pessoas não tem sintomas, mas em casos graves, a deficiência pode deixar os ossos finos e quebradiços ou deformados”. 

O principal grupo de risco exposto à deficiência de vitamina D, ainda de acordo com a especialista, são as crianças e as pessoas que não se expõem ao sol constantemente. Por isso, fazer consultas regularmente com um médico é o ideal. Assim, é possível monitorar o estado de saúde e verificar se há necessidade de fazer suplementação de vitamina D

Reposição de vitamina D só deve ser feita se houver deficiência

De acordo com Dra. Eloize, o único motivo para suplementar o nutriente é se há falta de vitamina D no corpo: “Só deve haver suplementação se houver deficiência. Hoje, se estuda muito sobre quais são as funções da vitamina D no nosso organismo, mas a maioria dos estudos ainda não nos traz evidências científicas reais de que a reposição de vitamina D sem indicação, isso é, sem deficiência, possa trazer real benefício à saúde”. Ou seja: antes de qualquer coisa, é fundamental consultar um médico!

Caso não haja orientação adequada, o paciente pode desenvolver um outro problema de saúde, chamado hipervitaminose D. “O excesso de vitamina D provoca níveis elevados de cálcio no sangue. A pessoa com intoxicação por vitamina D pode perder o apetite, sentir náuseas, vomitar e sentir fraqueza e nervosismo”, diz a médica. Outras consequências podem incluir falhas renais e arritmia cardíaca. Para manter os níveis de vitamina D equilibrados, o ideal é tomar sol pelo menos 15 minutos ao dia e ingerir alimentos com vitamina D, como peixes, carnes magras e laticínios.

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dra. Eloize Aparecida Dotta

Dra. Eloize Aparecida Dotta

Medicina de Família e Comunidade

CRM: 92093 / SP

TAGS
suplementos
vitamina-d

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Entenda porque a reposição de vitamina D deve ser feita com acompanhamento médico!"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.