Calor bateu: o que o intolerante à lactose pode fazer para se refrescar?

  • +A
  • -A

Os amantes do calor podem agradecer: as estações mais quentes já estão aqui. Nesta época, a vontade de buscar por opções de alimentos refrescantes tende a crescer. Dentre elas, o sorvete se destaca. Porém, para o intolerante à lactose, essa alternativa acaba não cumprindo a função de deixá-lo confortável. 

Pensando nisso, conversamos com especialistas para dar dicas para o intolerante à lactose neste período, sempre pensando em evitar os desconfortos comuns da condição. Preparado para saber mais? Confira!

Tenha dicas e informações sobre a intolerância à lactose no site de Lévty.

Intolerante à lactose não deve abrir mão da refrescância

As estações mais quentes estão, geralmente, associadas às férias. É o período no qual as pessoas tendem a sair mais de casa, irem à praia e estarem mais expostas à ação externa. 

Para qualquer pessoa, sendo intolerante à lactose ou não, o foco principal nesse contexto é a hidratação, lembra o Dr. Edir Porto, gastroenterologista. Para isso, recomenda o consumo frequente de suco e água. 

Em relação às sobremesas e delícias refrescantes, Natalia Gomes Pimenta, nutricionista, aponta que existem opções à base de água ou produtos sem lactose que atendem à necessidade de refrescância:

“Além de sorbets, sorvetes à base de água, pode-se utilizar produtos isentos de lactose para preparar sobremesas geladas. Também podem ser feitos picolés com frutas e água de coco, salada de frutas, bebidas com água com gás e frutas refrescantes. Importante não esquecer de beber bastante água”, aconselha a nutricionista. 

Veja uma receita sem lactose de sorvete e faça em casa.

O Dr. Edir lembra que existem certas consequências desagradáveis ao não se refrescar corretamente nas altas temperaturas. Queda de pressão arterial e os sintomas associados, como vertigem, sensação de desmaio, suor frio, fraqueza e visão turva, são apontados por ele.

Para evitar esses problemas, é preciso estar sempre atento à hidratação. Mas a Natalia faz um importante alerta sobre conhecer a origem do produto previamente:

“Temos sempre que tomar cuidado ao comprar produtos sem rótulos, principalmente nas ruas, pois estes aumentam o risco de doenças transmitidas por alimentos (DTA) e o risco de ter leite e derivados em sua composição, podendo, por consequência, ter lactose. Outra estratégia, é sempre perguntar quais alimentos estão presentes naquela preparação”, sugere. 

Por isso, o aconselhado é buscar por lugares que tenham uma maior preocupação com os produtos oferecidos. E também aqueles ambientes em que existem alternativas para o intolerante à lactose. Para quem quer estar ainda mais preparado, existem diversas receitas sem lactose para ajudar em situações como essa. Veja algumas aqui. 

É importante lembrar que as pessoas com intolerância à lactose podem se valer da utilização da enzima lactase antes do consumo de derivados do leite. Dessa forma, evitando os desconfortos e aproveitando alimentos como sorvetes tradicionais ou gelatos.

Pronto para aproveitar o calor sem os desconfortos da intolerância à lactose? Siga as recomendações dos especialistas e divirta-se! 

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dr. Edir S. Porto Junior

Dr. Edir S. Porto Junior

Gastroenterologia

CRM: 5284183-8 / RJ

TAGS

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Calor bateu: o que o intolerante à lactose pode fazer para se refrescar?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.