Quais são os riscos do uso indiscriminado de anti-inflamatórios?


  • +A
  • -A

Os anti-inflamatórios são as drogas mais comumente utilizadas por aqueles que se automedicam e são eficazes no tratamento de inflamações a nível osteoarticular. Contudo, seu uso indiscriminado, ou seja, sem supervisão médica tanto na dosagem quanto no tempo de uso, pode acarretar consequências negativas, como reações de hipersensibilidade, dependência, sangramento digestivo, doenças renais e cardiovasculares.

O uso indevido desse medicamento pode ainda causar agravamento do quadro de hipertensão, inibição da ação de diuréticos e reação alérgica. “Além disso, o alívio momentâneo dos sintomas pode encobrir a doença de base que passa despercebida, podendo, assim, progredir”, alerta o ortopedista Vinícius Magno.


Atuação dos anti-inflamatórios no organismo e riscos de seu uso


Os anti-inflamatórios mais utilizados são aqueles ditos “não-esteroidais” e seu efeito analgésico resulta em uma inibição sobre a síntese de prostaglandinas, substâncias cuja produção é aumentada em quadros inflamatórios. 

Vinícius, no entanto, alerta que esse efeito pode trazer alguns problemas para o organismo. “A diminuição dos níveis de prostaglandinas promovida pelos anti-inflamatórios pode prejudicar o controle fisiológico de proteção renal, reduzindo sobremaneira a produção do muco gástrico protetor, o que favorece o desenvolvimento de lesões renais e gástricas, respectivamente”, afirma. “Alguns anti-inflamatórios também podem causar coágulos e agravar doenças cardíacas, levando inclusive ao infarto”. O risco de efeitos adversos aumenta proporcionalmente ao tempo de uso e à dosagem, por isso, é fundamental que você siga à risca as recomendações do seu médico.


Benefícios dos anti-inflamatórios


Apesar desses relevantes efeitos colaterais, os anti-inflamatórios são recursos terapêuticos que revolucionaram o tratamento de problemas musculares e ósseos, especialmente aqueles agudos e/ou decorrentes de um evento traumático. “Eles podem ser usados ainda no tratamento de dores de cabeça, dores pós-cirúrgicas, cólicas menstruais e outras dores abdominais. O segredo para seu uso benéfico é a orientação médica, que permite uma prescrição segura e individualizada”, completa Magno.

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dr. Vinícius Magno

Dr. Vinícius Magno

Ortopedia e Traumatologia

CRM: 52847593 / RJ

TAGS
dor-no-joelho
osteoartrite
paciente
tratamento

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

5 comentários para "Quais são os riscos do uso indiscriminado de anti-inflamatórios?"

Maria do Carmo Quirino Limeira

Eu faço uso de anti-inflamatório para coluna quase todos os dias, pois os que o médico receita da muito sono por isso prefiro os paliativos…obrigada pela dica.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Maria, continue por aqui para acompanhar mais matérias como essa com dicas de saúde e informações sobre doenças e tratamentos. Até a próxima.

Ana Ap. C. Marchiori

Achei interessante a informação . Bem resumida e de fácil compreençao !

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Ana, ficamos felizes por saber que apreciou a matéria. Continue por aqui para acompanhar novas matérias e mais informações sobre saúde doenças e tratamentos. Abraços.

Maurem

Caramba… Não imaginava que os antiinflamatórios podiam causar coágulos?

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.