A importância da relação médico x paciente no tratamento de doenças crônicas


  • +A
  • -A
Imagem do post A importância da relação médico x paciente no tratamento de doenças crônicas

Uma boa relação entre médico e paciente é um dos aspectos fundamentais para o sucesso de um tratamento. O resultado depende da motivação do paciente para seguir à risca as medidas indicadas para o controle de doença, principalmente quando se trata de uma patologia crônica. Mas, para estar motivado, é necessário confiar nas orientações médicas e entender os motivos que justificam o tratamento proposto.

A confiança no médico colabora para o tratamento

 

De acordo com a endocrinologista Daniele Zaninelli, a confiança entre médico e paciente deve ser estabelecida logo na primeira consulta. “O paciente deve perceber o interesse do profissional pelo seu problema. O médico precisa demonstrar conhecimento e experiência e fazer com que o paciente se sinta seguro”, afirma.  Somente desta maneira o paciente irá acreditar nas recomendações.

Ao acumular conhecimentos sobre o diagnóstico e formas de tratamento de uma condição, o papel do médico é esclarecer as dúvidas dos pacientes que chegam ao consultório. “O benefício é que o paciente participa mais ativamente das decisões tomadas e, de certa forma, se sente mais responsável pelos resultados do tratamento”, explica a profissional.

O paciente deve ter cuidado com informações falsas

 

Caso não entenda os conselhos e a proposta do médico, uma pessoa pode negligenciar o tratamento e buscar outras formas para compreender seu problema. Muitos procuram na internet opções de medicamentos e significados de sintomas e de resultados de exames. “O maior problema é que nem toda informação é confiável e o leigo nem sempre consegue separar o joio do trigo, o que o coloca em situação de risco”, diz a endocrinologista.

A relação de confiança é fundamental também quando um paciente possui uma doença crônica, que requer cuidados por toda a vida. O longo tratamento pode desmotivá-lo e fazê-lo abandonar as medidas indicadas. Além disso, muitos problemas demandam mudanças profundas de hábitos, que precisam ser explicadas cuidadosamente e sempre adequadas às condições do paciente.

Dra. Daniele Zaninelli é endocrinologista formada pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e atua em Curitiba. CRM-PR: 16876 http://endocrinologiacuritiba.com.br/

TAGS
medico
paciente
tratamento

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "A importância da relação médico x paciente no tratamento de doenças crônicas"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.