Anvisa libera produtos que substituem o álcool no combate ao coronavírus

  • +A
  • -A

A pandemia do novo coronavírus vem causando aumento dos casos de pessoas infectadas, devido sua facilidade de transmissão. Sabe-se que este vírus, causador da Covid-19 é transmitido principalmente: 

– de pessoa a pessoa por gotículas respiratórias produzidas quando uma pessoa infectada tosse ou espirra;

– por contato com superfícies ou objetos contaminados, onde o vírus pode ficar por horas ou dias, dependendo do tipo de material. 

O conhecimento da porta de entrada e do modo de transmissão do agente infeccioso fornece uma base científica para determinar as medidas de controle apropriadas para as ações de saúde pública, que tem como objetivo conter e limitar sua propagação. 

Assim, as medidas adotadas de lavagem frequente das mãos com água e sabonete ou, quando não há acesso a instalações adequadas de lavagem das mãos, o uso de produtos desinfetantes, são recomendados com respaldo nas formas de transmissão do vírus.

Diante da alta procura por itens à base de álcool na desinfecção de objetos e superfícies durante a pandemia do novo coronavírus, a Anvisa publicou uma nota no dia 23/04/2020 que fornece uma série de recomendações sobre produtos que podem substituir o uso do mesmo na inativação dos microorganismos.

A nota técnica 26/2020 emitida relata que os desinfetantes domésticos comuns, incluindo sabão ou uma solução diluída de alvejante, podem desativar o coronavírus presente em superfícies. Por serem vírus envelopados por uma camada protetora de gordura, os desinfetantes a destroem e atacam facilmente os coronavírus.

Para que você fique bem informado, segue a relação de produtos alternativos ao álcool 70% que podem ser utilizados para desinfecção de objetos e superfícies:

– Hipoclorito de sódio a 0,5%;

– alvejantes contendo hipoclorito (de sódio, de cálcio) a 2-3,9%;

– iodopovidona (1%);

– peróxido de hidrogênio 0,5%;

– ácido peracético 0,5%;

– quaternários de amônio como cloreto de benzalcônio 0,05%;

– compostos fenólicos;

– desinfetantes de uso geral, encontrados em supermercados.

Entretanto, do ponto de vista prático e mais próximo do nosso dia a dia, a água sanitária e os alvejantes convencionais podem ser utilizados para inativar o vírus em pisos e outras superfícies. Contudo, é necessário deixar o produto agir de 5 a 10 minutos para ter efeito, em especial no caso dos desinfetantes. 

Entenda a diferença

 

Água Sanitária

Trata-se de um líquido usado para eliminar micro-organismos de ambientes e também dos vegetais que consumimos. É formado por água e cloro (ativo que mata os possíveis contaminantes). Pode ser usada para eliminar bactérias de frutas, legumes e verduras. Também é eficiente na limpeza de roupas, caixas d’água, pisos, azulejos e vasos de planta. 

Alvejantes

Diferentemente da água sanitária, o alvejante à base de cloro pode possuir em sua formulação, além do cloro, tensoativos (agentes formadores de espuma), fragrâncias e até corantes. Por isso, eles não podem ser usados para higienizar vegetais, portanto, seu uso se restringe a desinfetar e perfumar ambientes e, também, a alvejar roupas brancas.

Desinfetante

O desinfetante é um produto capaz de esterilizar superfícies e odorizar ambientes. Destrói microrganismos presentes em roupas, utensílios e instalações, porém deve ser aplicado depois de fazer uma limpeza prévia no espaço e necessita permanecer mais tempo na superfície para ser efetivo, visto que é mais fraco que os dois mencionados acima.

Lembre-se de que estes produtos podem deixar manchas em alguns materiais. Dessa forma, recomenda-se a seguinte diluição, a qual deve ser usada imediatamente, pois a solução é desativada pela luz: 

– Água sanitária: diluir 1 copo (250 ml) de água sanitária / 1L água;

– alvejante comum: 1 copo (200 ml) de alvejante / 1L água.

Cumpre dizer, que de acordo com a nota, o uso de toalhas com desinfetante é útil para a limpeza, mas como a superfície higienizada não permanece molhada por mais do que alguns segundos, provavelmente essas toalhas não são muito úteis. De todo modo, fiquem em casa, lavem as mãos e quando necessário sempre utilize de forma correta a máscara.

 

Referências Bibliográficas

ANVISA. NOTA TÉCNICA Nº 26/2020/SEI/COSAN/GHCOS/DIRE3/ANVISA. Recomendações sobre produtos saneantes que possam substituir o álcool 70% na desinfecção de superfícies, durante a pandemia da COVID-19. 

 

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Sofia Martins P. Antunes

Sofia Martins P. Antunes

Psicologia

CRM: CRP: 06/102410 / SP

Dra. Kylza Estrella

Dra. Kylza Estrella

Geriatria

CRM: 5249300-9 / RJ

TAGS

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Anvisa libera produtos que substituem o álcool no combate ao coronavírus"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.