Como funciona o tratamento para o autismo com remédios?


  • +A
  • -A
Imagem do post Como funciona o tratamento para o autismo com remédios?

O autismo é uma condição que exige tratamento específico por toda a vida. Mesmo não sendo capaz de curar a síndrome, o tratamento funciona de maneira essencial para melhorar a qualidade de vida do paciente, ajudando-o a desenvolver, por exemplo, a comunicação e a concentração. A utilização de remédios é recomendada, mas não para combater os sintomas do quadro em si.

“No tratamento do autismo, a medicação não visa tratar o transtorno em si, mas sim os sintomas que surgem nesses pacientes, como agressividade, irritabilidade, impulsividade e comportamentos repetitivos. As medicações usadas são principalmente os antipsicóticos de segunda geração”, informa a psiquiatra Erika Mendonça.

Outros métodos de tratamento do autismo


Segundo a médica, os resultados do tratamento medicamentoso variam muito de acordo com cada caso, mas costuma-se observar uma importante redução dos sintomas-alvo. Além dos remédios, devem ser adotadas outras medidas. “
Para o tratamento do autismo é fundamental uma abordagem multidisciplinar envolvendo psicólogos, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais, dentre outros”.

Todas essas especialidades trabalham juntas no sentido de, principalmente, maximizar as habilidades sociais e comunicativas do paciente. Os profissionais avaliam o nível de diversos quesitos, como comunicação, linguagem, habilidades motoras, fala e habilidades de pensamento, para definirem o que mais precisa ser trabalhado. Nas consultas com crianças, diversos exercícios, jogos e brincadeiras são utilizados para estimular os pacientes.

Sintomas do autismo


O tratamento do autismo é adequado à gravidade dos sintomas em cada caso
. Em geral, os sintomas orbitam entre dificuldade de comunicação e interação social, comportamentos repetitivos e interesses obsessivos. Esses sinais se associam a comportamentos como agressividade, hiperatividade, irritabilidade, choro, gritos, falta de contato visual e automutilação.  

Dra. Erika Mendonça de Morais é psiquiatra formada pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) e atua em São Paulo. CRM-SP: 124933

Foto: Shutterstock

TAGS
psicologico

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

8 comentários para "Como funciona o tratamento para o autismo com remédios?"

Eduardo

Meu comentário e sobre as medicações: A ritalina e boa para o tratamento com autismo??? Tenho dúvidas pois a neurologista do meu filho ñ usa e ñ que essa medicaço por motivos contrários.

Cuidados Pela Vida

Oi Eduardo, não temos como passar orientações a respeito deste produto, pois o medicamento Ritalina não é fabricado pelos Laboratórios Aché e Biosintética. O indicado é seguir corretamente o tratamento prescrito pelo médico. Abraços.

Vanessa Portugal de Sousa

Meu filho tem autismo ( Síndrome de Asperger ) .Ele hoje tem 17 anos , tem dificuldade de estar em convívio social , faz repetições de perguntas que tem interesse e não gosta de barulho . Agora está tendo crises persistentes como ouvindo vozes e músicas estridentes.O psiquiatra dele passou abistrab , pregabalina , quetiapina , sertralina. Mas ainda as crises voltam .

Amália Cristina

Meu filho faz uso de Aristab mais percebi que ele ta urinando muito depois do uso do Aristab ele usa 5mg será que e possível ter relação com o uso da medicação? Obrigado

Adriana gomes

Boa noite ,meu filho é autista e tem 14 anos e faz uso do Aristab, por ser um medicamento muito caro eu pego pela defensoria pública mas nós últimos meses está atrasando muito a entrega do medicamento e eu não tenho como comprar ,e por conta desses atrasos ele está sem tomar o remédio e está muito agitado quase não dorme a noite e nem está indo a escola por conta dessa agitação ,chora a toda hora ,grita e não para por nada ,.Como faço pra adquirir alguma a mostra grátis do medicamento ARISTAB

Cuidados Pela Vida

Olá Vanessa, é complicado passar algum tipo de orientação sem conhecer o caso clínico do seu filho. Na próxima consulta converse com o médico sobre os sintomas que ainda persistem para que ele possa te orientar. Abraços.

Cuidados Pela Vida

Olá Amália, os pacientes cadastrados no medicamento Aristab possuem um benefício a mais, um acompanhamento de farmacêuticos e enfermeiros 24h via telefone para esclarecimento de dúvidas sobre saúde, doenças e tratamento. Você pode contatá-los através do número 0300 118 1006 para verificar informações e tirar dúvidas a respeito do tratamento com o medicamento Aristab. Abraços.

Cuidados Pela Vida

Olá Adriana, o Programa Cuidados pela Vida não possui amostra grátis de produtos. Por determinação da ANVISA as amostras grátis de medicamentos são destinadas apenas para os profissionais de saúde.
O medicamento Aristab participa do Programa Cuidados pela Vida e após realização do cadastro poderá ser adquirido em qualquer farmácia credenciada ao Programa. O cadastro é simples e rápido e pode ser realizado em nosso site, no aplicativo disponível para IOS e Android ou em nossa central de atendimento 0800 777 8432, de segunda a sexta-feira das 7h20 às 20h00. Abraços.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.