Qual deve ser o papel dos pais na alimentação dos filhos?


  • +A
  • -A

Dizem que muitos dos hábitos e preferências das crianças surgem ao observar o comportamento de outras pessoas, especialmente familiares. Quando o assunto é a comida, esta situação não poderia ser diferente. A alimentação dos pais serve como modelo para os filhos, influenciando o que eles gostam de comer e de beber. Os adultos, portanto, têm um papel fundamental na criação dos hábitos alimentares dos pequenos.

 

Alimentação dos filhos é um espelho dos hábitos dos pais

 


“É essencial que os pais escolham alimentos saudáveis, tenham uma alimentação variada, comam sempre na mesa e sem televisão e
evitem fast foods, alimentos ricos em açúcares e industrializados”, afirma a nutricionista Sílvia Ferolla.

Por outro lado, o consumo de determinados alimentos não deve ser forçado e nem deve ser feito à base de chantagens com os filhos. Os pais não devem, por exemplo, estimular que a criança coma tudo o que está no prato em troca de um chocolate ou de um hambúrguer.

O que os pais devem fazer é explicar os benefícios de uma alimentação saudável, sem exageros, e fazer acordos. Uma boa estratégia, segundo a profissional, é estabelecer um dia em que a criança poderá escolher uma guloseima.

 

Pratos coloridos ajudam a despertar a vontade de se alimentar de forma saudável

 


Diante dos filhos, comidas com açúcar devem ser evitadas, já que crianças até dois anos não devem consumi-las. O mesmo vale para os refrigerantes: “Refrigerantes são bebidas altamente calóricas, ricas em açúcares e aditivos e não trazem nenhum benefício nutricional”, diz a especialista. A partir dos dois anos de idade, os responsáveis devem dar preferência a água, suco natural sem açúcar, suco de vegetais, água de coco e doces de frutas.

Para os pais ou responsáveis que têm dificuldade em tornar a alimentação saudável mais atrativa aos pequenos, uma das dicas de Sílvia é oferecer pratos variados e coloridos. “Ao apresentar um alimento novo, ofereça-o junto a um alimento que a criança já tem o hábito de consumir e coma pelo menos uma refeição ao dia com seu filho”, acrescenta a nutricionista.

 

Dra. Sílvia Marinho Ferolla Costa é nutricionista e atende na Clínica Bruno Vargas, em Belo Horizonte. CRN-MG: 1821

 

Foto: Shutterstock

TAGS
alimentacao
nutricao
obesidade

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Qual deve ser o papel dos pais na alimentação dos filhos?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.