Quais são as melhores opções nutritivas para dieta das crianças no inverno?


  • +A
  • -A
Imagem do post Quais são as melhores opções nutritivas para dieta das crianças no inverno?

As baixas temperaturas do inverno contribuem para o aumento da incidência de gripes e resfriados, o que exige uma alimentação que auxilia na resistência imunológica do organismo, especialmente nas crianças, que são mais frágeis e precisam de mais cuidados. Uma dieta rica em vitaminas e nutrientes importantes é essencial nesse sentido.

“O mais importante em qualquer estação do ano é priorizar os alimentos que estão na época ou na safra prioritária. No inverno, os pais devem priorizar para seus filhos o consumo de frutas da época, especialmente as que são fonte de vitamina C, e de alimentos ricos em zinco, mineral importante para o sistema imunológico”, explica a nutricionista Carla Cotta.

Alimentos que ajudam o sistema imunológico


Enquanto o zinco pode ser encontrado em alimentos integrais, frutos do mar, castanhas, cereais integrais, aveia e oleaginosas, por exemplo, a vitamina C é achada em frutas, como acerola, laranja, caju e abacaxi, além de granolas e farelo de aveia

Alimentos fermentados ou contendo fibras pré-bióticas são aliados da microbiota intestinal e, assim, também ajudam na resposta imunológica. “Probióticos ou bebidas fermentadas, como iogurtes, alho poró, chicória e grão de bico fornecem fibras que favorecem o crescimento da microflora benigna, importante na defesa do organismo contra agentes infecciosos invasores”.

Estimulando as crianças a comer no inverno


Muitas crianças têm dificuldades de provar alimentos novos, o que é normal. Treinar o paladar das crianças depende do estímulo dos pais e do que a família come junto com ela. Então, fazê-la comer sopa, por exemplo, com seus vegetais em pedaços, sem que nenhum membro da família cultive este bom hábito, se torna algo difícil, mesmo esse prato sendo uma opção tradicional do inverno.

“É importante que as crianças sejam estimuladas a provar, no mínimo, 10 vezes cada alimento que rejeita. E vale testar diversas preparações quentes ou frias, dependendo da estação, pois o gosto vai de cada um mesmo. Também vale ressaltar que não se deve mascarar ou colocar os legumes todos batidos em uma sopa, pois não é uma maneira consistente de treinar o paladar das crianças com os sabores genuínos dos alimentos”.

No entanto, a questão do paladar infantil é bastante complexa e não é aconselhável forçar a criança a comer aquilo que ela realmente não gosta. Por isso, é importante que a comunicação com o pediatra seja franca, para que ele possa recomendar alternativas, como a suplementação de vitaminas e minerais essenciais que não estejam sendo contemplados com a dieta da criança.

Dra. Carla Cotta é nutricionista, graduada pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) e especialista em Nutrição Clínica Funcional pela UNICSUL. CRN4 02100097 – Site oficial

Foto: Shutterstock

TAGS
alimentacao
gripe

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Quais são as melhores opções nutritivas para dieta das crianças no inverno?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.