Saúde do homem: veja a importância de consultar um médico periodicamente

  • +A
  • -A

É uma máxima popular dizer que as mulheres cuidam bem mais de sua saúde do que os homens. De acordo com dados da Pesquisa Nacional de Saúde de 2019, feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em parceria com o Ministério da Saúde, essa informação é verdadeira: entre 2018 e 2019, 82,3% das mulheres procuraram atendimento médico, enquanto esse número entre os homens foi de 69,4%. Porém, isso pode e deve mudar! O urologista Paulo Emílio Fuganti conversou conosco sobre a importância da prevenção para a saúde do homem e sobre doenças que podem ser evitadas com consultas regulares ao médico. 

Check-up médico: a importância dos cuidados preventivos para a saúde do homem

De acordo com Dr. Fuganti, não existe uma frequência ideal para consultar o médico, desde que o paciente seja sincero consigo mesmo e com sua saúde. “O homem deve considerar os riscos que abreviam sua vida ou que podem piorá-la no futuro. Deste modo, ele deve, além de levar uma vida saudável, ser avaliado periodicamente pelo cardiologista e urologista. A frequência das visitas ao médico varia de acordo com seu risco de ter essas doenças”, explica o especialista. 

O ideal é que o homem consulte diferentes especialidades para fazer um check-up geral, em particular, a clínica médica e a urologia, que poderão apontar as principais doenças que afetam a saúde do homem. “As doenças mais comuns e ameaçadoras são as envolvidas na síndrome metabólica (diabetes, hipertensão e dislipidemias). O câncer de próstata figura como o câncer mais comum em homens e pode causar muitos problemas durante a vida”, aponta Dr. Fuganti. 

Consultas periódicas podem evitar impotência e câncer de próstata

Além dos exames de check-up, consultar seu médico regularmente pode ser vital para prevenir doenças comuns no homem. “Na especialidade de urologia, doenças como o aumento da próstata e câncer de próstata devem ser pesquisados”, explica o profissional. Outros problemas, como a alopecia androgenética e a incontinência urinária, também podem acometer o sexo masculino, principalmente depois dos 40 anos. Por isso, quanto maior a idade, maior a importância de visitar o médico com frequência.

O maior entrave para manter a saúde do homem em dia, entretanto, é o diálogo: o urologista evidencia a dificuldade que os pacientes homens têm de falar abertamente com o médico sobre a própria saúde. “Problemas no contexto da sexualidade, como a disfunção erétil ou impotência e a ejaculação precoce, são muito frequentes e muitas vezes são descobertos por meio de perguntas feitas nestas consultas. Em muitas oportunidades, o homem não se abre, só informa estes problemas quando o urologista pergunta diretamente”, afirma Dr. Fuganti. 

É importante lembrar que a consulta médica é sempre sigilosa: o que é conversado no consultório, fica no consultório. Não tem desculpa para não cuidar da saúde!

 

Dados da Pesquisa Nacional de Saúde de 2019 (PSN): https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-sala-de-imprensa/2013-agencia-de-noticias/releases/28793-pns-2019-sete-em-cada-dez-pessoas-que-procuram-o-mesmo-servico-de-saude-vao-a-rede-publica 

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dr. Paulo Emílio Fuganti

Dr. Paulo Emílio Fuganti

Urologia

CRM: 18331 / PR

TAGS
saude-do-homem

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Saúde do homem: veja a importância de consultar um médico periodicamente"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.