Prisão de ventre: Por que isso acontece?

  • +A
  • -A

A prisão de ventre ou a constipação intestinal, nome também utilizado pelos médicos, ocorre quando há alterações nas evacuações, seja quando as fezes ficam mais endurecidas e, portanto, mais difíceis de serem eliminadas, ou quando uma pessoa passa a evacuar menos de três vezes por semana. Mas, o que será que causam essas mudanças?

Falta de fibras na alimentação ajuda a causar prisão de ventre


Segundo o gastroenterologista Quelson Coelho Lisboa, na grande maioria das vezes, a prisão de ventre é consequência de maus hábitos de vida: “Essa alteração acontece principalmente por baixa ingestão de fibras na alimentação, falta de prática de atividade física e pouca ingestão de água durante o dia (menos de dois litros)”. Esses hábitos tornam os movimentos intestinais mais lentos e as fezes mais duras.

De acordo com o especialista, esses maus hábitos são mais comuns em pacientes a partir dos 50 anos de idade e é por isso que a prisão de ventre também se torna mais frequente a partir desta faixa etária. Entretanto, pessoas mais jovens que não adotam os cuidados preventivos também podem apresentar prisão de ventre.

Doenças podem provocar prisão de ventre


Outra causa comum de prisão de ventre é a síndrome do intestino irritável. “Problemas emocionais, como ansiedade e estresse, atrapalham a inervação intestinal e causam tanto diarreia quanto como prisão de ventre”, afirma o profissional. Apesar de ser mais raro, medicamentos ou doenças metabólicas e intestinais, como hipotireoidismo, também podem provocar constipação intestinal.

Lisboa conta que a prisão de ventre não traz consequências graves para o organismo, apenas um grande desconforto quando o indivíduo fica muitos dias sem conseguir evacuar. Para prevenir o problema, é importante consumir fibras, que são encontradas em grãos, frutas, verduras, como alface e couve, e cereais, como milho, lentilha e aveia. O consumo de, no mínimo, dois litros de água também é essencial e outros líquidos, como leite e sucos, também são recomendados.

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dr. Quelson Coelho

Dr. Quelson Coelho

Gastroenterologia

CRM: 45711 / MG

TAGS
alimentacao
dores-no-corpo

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

1 comentário para "Prisão de ventre: Por que isso acontece?"

ANTONIO LUIS ESTEVES BARATA

Nao me da sede para beber agua e não tenho vontade de evacuar.No dia 3;3;2018 e que evacuei.ontem fui ao medico e ele me receitou estes comprimidos BISALAX 5mg mas eu acho que e muito pouco.Gostaria que me arranjazem uns comprimidos mais fortes porque ja la vão muitos dias sem evacuar.Nas outras vezes tenho tomado supositario de glicerina,tomei dois passados os dias que eu fiz ate dia 3;3;2018 começei a ter dores.Por isso hoje ainda tomo os comprimidos que e so um .Mas se não fizer nada amanha tomo um supositorio. porque eu não posso estar assim.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.