Parasitoses intestinais: como identificar um quadro de amarelão?


  • +A
  • -A

O “amarelão” (ancilostomose) é uma doença causada por vermes das espécies Necator americanus e Ancylostoma duodenale. As formas adultas desses parasitas se instalam no tubo digestivo dos seres humanos, onde se fixam no intestino delgado, nutrindo-se de sangue do hospedeiro. Dentre os sintomas, destacam-se fraqueza, anemia e cor da pele amarelada.

“Os sintomas mais comuns do quadro de amarelão incluem diarreia crônica, anemia crônica – causando palidez que dá à pele uma coloração amarelada – indisposição e fraqueza. Também podem ocorrer sintomas respiratórios devido à fase pulmonar do ciclo de vida do parasita”, informa a infectologista Diana Ventura. 

Atuação do parasita no organismo até que os sintomas de amarelão se manifestem


Segundo a especialista, a doença é transmitida através da penetração ativa de pequenas larvas infectantes na pele de um indivíduo que tenha tido contato com ambientes propensos. O solo é um dos principais ambientes perigosos nesse contexto. Nele podem haver fezes contaminadas por ovos que eclodem e desenvolvem as larvas. 

“Depois que as larvas passam pela epiderme, atingem a corrente sanguínea, seguindo em direção aos alvéolos pulmonares. Por meio das vias respiratórias elas se deslocam pela traqueia até a laringe, onde são deglutidas com os alimentos ingeridos, passando pelo esôfago, estômago e alcançando a parede do intestino. Neste local se reproduzem, eliminando ovos juntamente com as fezes”, explica a médica.

Tratamento e prevenção contra parasitoses intestinais


O tratamento é realizado com antiparasitários específicos para cada parasita e medicações sintomáticas para diarreia, cólicas, entre outros. Também pode ser necessário o tratamento da anemia, em casos mais crônicos, com reposição de ferro. “Além disso, são importantes algumas medidas preventivas, como utilização de calçados em solo potencialmente contaminado e cuidados adequados de higiene pessoal,
principalmente com crianças pequenas, que frequentemente brincam com terra”, orienta a especialista.  

 

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dra. Diana Ventura

Dra. Diana Ventura

Infectologia

CRM: 5272472-6 / RJ

TAGS
parasitoses

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Parasitoses intestinais: como identificar um quadro de amarelão?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.