Qual a importância de manter o tratamento contra a H. pylori até o fim, para evitar complicações?


  • +A
  • -A

O tratamento contra a ação da H. pylori é feito, principalmente, com o uso de antibióticos. Outros remédios também podem ser utilizados, mas de forma sintomática, ou seja, para amenizar os desconfortos causados pela bactéria no estômago (como por exemplo as fortes dores). Quando você começa a tomar o antibiótico, deve seguir até o final para garantir que a bactéria seja eliminada.

 

Bactéria pode se tornar resistente aos antibióticos caso você abandone o tratamento


Além disso,
quando você inicia o uso de um antibiótico e interrompe o tratamento antes do momento proposto pelo médico, passa a correr risco sério de fazer com que a bactéria se torne resistente ao medicamento indicado. Ou seja, você continuaria sofrendo com a ação do agente infeccioso e ainda teria que buscar outro tratamento para conseguir controlar o problema.

“O risco de abandonar o tratamento contra a H. pylori no meio é que, além disso não ser eficaz para a erradicação da bactéria, acaba induzindo a proliferação de bactérias resistentes ao tratamento. Quando isto ocorre, o tratamento deve ser repetido integralmente, mas com outras drogas”, explica o gastroenterologista Fabio Luiz Maximiano.

 

Mudanças na alimentação podem ajudar a reduzir a dor causada pela infecção da H. pylori


Outro fator bastante relevante para você se engajar sério no tratamento contra o
H. pylori é que esta bactéria está associada ao surgimento de tumores malignos (câncer). Há estudos que apontam para isso, então é melhor não arriscar e ser prudente. Assim que aparecerem os primeiros indícios você deve procurar um especialista. Com o diagnóstico precoce e o tratamento iniciado cedo, suas chances de sucesso aumentam bastante.

Além dos remédios, o médico que te acompanha no tratamento contra o H. pylori pode indicar uma dieta para evitar que o quadro infeccioso piore. Como a bactéria afeta o estômago, causando dor intensa – por vezes com formação de úlceras – evitar ingerir alimentos que agridem mais a região (café, refrigerante, comidas gordurosas, bebida alcoólica) ajuda um pouco a amenizar o problema.

 

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dr. Fabio Luiz Maximiano

Dr. Fabio Luiz Maximiano

Gastroenterologia

CRM: 117078 / SP

TAGS
gases
tratamento

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Qual a importância de manter o tratamento contra a H. pylori até o fim, para evitar complicações?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.