A intolerância à lactose pode ser confundida com outro problema de saúde?

  • +A
  • -A

A intolerância à lactose é uma condição causada pela redução ou ausência da produção da enzima lactase. Segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), essa enzima é a responsável por quebrar a lactose, açúcar presente em quase todos os leites. Como consequência da falta de lactase, o organismo apresenta sintomas mais ou menos intensos, após o consumo de leite e derivados. 

No entanto, sem o diagnóstico, nem sempre é fácil perceber que os sintomas são provocados por um quadro de intolerância. “Os sintomas da intolerância são inespecíficos, como desconforto e distensão abdominais, dores, diarreia, náuseas e gases, podendo ser confundidos com outros problemas intestinais que causam sintomas semelhantes”, afirma a gastroenterologista Amanda Pereira Medeiros. 

Intolerância à lactose pode ser confundida com intolerância ao glúten


De acordo com a especialista, a intolerância à lactose, que é uma condição fisiológica do organismo, tem sintomas semelhantes a algumas doenças, como intolerância ao glúten, supercrescimento bacteriano do intestino delgado, síndrome do intestino irritável, diarreia funcional e até verminoses, doenças provocadas por parasitas que entram no organismo e, geralmente, se alojam no intestino. 

Essa condição, que afeta cerca de 60% dos brasileiros, segundo a Federação Brasileira de Gastroenterologia (FBG), pode ser confundida ainda com outros problemas. “Menos comumente, a intolerância à lactose é confundida com a doença inflamatória intestinal (doença de Crohn e retocolite ulcerativa) e neoplasias, doenças que normalmente apresentam quadros mais graves, com sangramento, anemia e emagrecimento, o que normalmente não ocorre na intolerância à lactose”, explica a profissional.

Exames ajudam a diferenciar a intolerância à lactose


Para diferenciá-la de outros problemas, é importante procurar ajuda médica. Durante a consulta, o especialista deverá perguntar se os sintomas costumam piorar após o consumo de leite ou produtos derivados e se há melhora quando a ingestão desses alimentos é evitada. A partir daí, exames específicos podem ser solicitados pelo médico, como o teste de hidrogênio expirado e o teste oral de tolerância à lactose.

“É importante lembrar que, pelo fato de a intolerância à lactose ser bastante comum, mesmo que seja identificada nos exames diagnósticos, se houver sintomas que não se justifiquem, como anemia, emagrecimento e sangramento nas fezes, um novo diagnóstico deve ser procurado devido à possibilidade de associação de problemas”, conclui Dra. Amanda. 

 

Dados da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP): https://www.sbp.com.br/especiais/pediatria-para-familias/noticias/nid/intolerancia-a-lactose/

Dados da Federação Brasileira de Gastroenterologia (FBG): http://fbg.org.br/Publicacoes/noticia/detalhe/1262

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dra. Amanda Medeiros

Dra. Amanda Medeiros

Gastroenterologia

CRM: 20085 / SC

TAGS
intolerancia-a-lactose

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "A intolerância à lactose pode ser confundida com outro problema de saúde?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.