Gases e cólica: como identificar a diferença entre as duas dores?


  • +A
  • -A

Muitas pessoas, têm dificuldade de explicar a dor que sentem na região da barriga quando vão se consultar com um médico. Alguns pacientes dizem que sentem cólicas, enquanto outros falam em gases. A confusão acontece porque os dois sintomas, que provocam bastante incômodo, especialmente se forem intensos, podem ser a mesma coisa em alguns casos.

Acúmulo de gases pode provocar cólicas


“As cólicas são causadas pela contração excessiva das alças intestinais, levando à dor. São várias as causas que provocam essas contrações, como processos inflamatórios, uso de medicamentos e, principalmente, a distensão dessas alças”, afirma o gastroenterologista Fabio Luiz Maximiano. Outros problemas que geram cólicas são a
síndrome do intestino irritável, diverticulose, diverticulite e até comida em exagero.

A questão fica mais interessante ao analisar a distensão das alças intestinais, uma das causas das cólicas: a principal razão para essa distensão é o excesso de gases contidos nas alças. “Esses gases podem se acumular basicamente por dois mecanismos: produção em excesso, causada por alguns alimentos, por exemplo, ou dificuldade na sua eliminação”, diz o médico. Nesta situação, segundo o especialista, gases e cólicas não são dores de tipos diferentes.

Como gases e cólicas são tratados?


Para combater a quantidade excessiva de gases no intestino é preciso identificar sua causa e, com ajuda médica, iniciar o tratamento.
Alimentação inadequada, parasitoses, doenças inflamatórias e até cirurgias podem provocar o aumento de gases. É possível ainda recorrer a medicamentos que ajudam a evitar sua formação e o acúmulo.

“Já as cólicas são tratadas com medicações que visam levar a um relaxamento da musculatura da alça intestinal, diminuindo sua força de contração, além de analgésicos simples, como aqueles utilizados em qualquer tipo de dor”, explica o gastroenterologista.

Foto: Pixabay

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dr. Fabio Luiz Maximiano

Dr. Fabio Luiz Maximiano

Gastroenterologia

CRM: 117078 / SP

TAGS
alimentacao
gases

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

9 comentários para "Gases e cólica: como identificar a diferença entre as duas dores?"

Maria

Bom dia Dr venho já algum tempo tendo muitos gases e um pouco de cólicas intestinais,que pode vir a ser isso?

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Maria, somente a análise de um profissional especializado conseguirá determinar o quadro que levou à formação deste sintoma em particular. Procure um serviço de saúde próximo de sua residência e realize uma consulta. Melhoras.

Fabíola

Dr. Estou com umas dores tipo cólicas e nas costas também, porém estou grávida de 38 armas pode ser que isso não seja gases e sim as contratações?

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Fabíola, é melhor que você procure um serviço de saúde próximo de sua residência para uma avaliação. Abraços.

Regina

Engraçado Responde as perguntas sugerindo procurar posto medico kkk Não é resposta de um profissional

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Regina, o próprio Conselho Federal de Medicina proíbe que sejam feitas consultas por telefone e internet, pois a consulta física é insubstituível. O intuito do site é que as pessoas tenham acesso a informações e dicas de saúde. No entanto, somente o médico em uma consulta presencial é habilitado para a realização de diagnóstico e prescrição de tratamentos. Abraços.

Amanda

Olá. Tenho 20 anos e a uma semana estou sentindo colica todos os dias acompanhada de gases. Sinto meu estômagos mais barulhento também. Esqueci a minha pílula um dia e no dia seguinte tomei 2, mas tive relação nesse perioso, sem proteção. Tem alguma chance dessa cólica ser uma gravidez?

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Amanda, a forma mais segura de saber se está grávida é fazendo um teste de gravidez. Marque uma consulta com um ginecologista. Abraços.

Tatiane

Bom vou contar uma experiência própria,fui na ideia dos os outros de segurar gases,logo me ferrei…nunca senti uma dor tão absurda Eu chorava…com tanta dor só passou quando tomei um remédio que fez com que eu conseguisse soltar os pums…Daí falei de hoje em diante não seguro mais…nao quero essa dor mais comigo não tô fora!

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.