Verdade ou mito: Todos os pacientes com infecção de H. pylori desenvolvem câncer de estômago?

  • +A
  • -A

O H. pylori é uma bactéria que consegue sobreviver no estômago e que, quando se reproduz de maneira excessiva, causa uma infecção que pode danificar a parede desse órgão. Entre os principais sintomas estão úlceras, dores, vômitos e fezes com sangue. Essas úlceras podem levar ao desenvolvimento de câncer de estômago, mas somente em alguns pacientes. 

Pequena parcela dos infectados tem câncer de estômago


“Apesar da alta frequência de infecção por
Helicobacter pylori na população, somente uma minoria dos indivíduos infectados desenvolverá câncer no estômago. O risco é de cerca de 1% dos infectados”, afirma a gastroenterologista Amanda Medeiros. 

As chances de ter câncer aumentam se o paciente tiver outros fatores de risco da doença. Como exemplos, a médica cita o histórico familiar de câncer gástrico, ter sangue do tipo A, ter mais de 50 anos de idade, ser do sexo masculino e ser negro. 

Algumas doenças também são consideradas fatores de risco e, somadas à infecção do H. pylori, aumentam os riscos de câncer de estômago, como tabagismo, obesidade, linfoma gástrico, gastrite atrófica autoimune, gastrite hipertrófica e infecção causada pelo vírus Epstein-Barr.

Alimentação pode dar combustível ao H. pylori


Amanda explica ainda que a alimentação também contribui para que um paciente com infecção de
H. pylori tenha câncer: “Pessoas com dieta rica em alimentos defumados e em conserva têm um risco aumentado, devido à presença de nitrato e nitrito nesses tipos de alimentos, que podem ser convertidos por bactérias, como o H. pylori, em compostos que causam câncer de estômago”.

Por outro lado, segundo a gastroenterologista, comer frutas e verduras frescas parece diminuir o risco da doença. Vale lembrar também da importância de fazer o tratamento contra a infecção da bactéria, evitando os sintomas e os danos que levam ao câncer. A abordagem mais indicada é o uso de antibióticos prescritos por um profissional. 

 

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dra. Amanda Medeiros

Dra. Amanda Medeiros

Gastroenterologia

CRM: 20085 / SC

TAGS
parasitoses

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

6 comentários para "Verdade ou mito: Todos os pacientes com infecção de H. pylori desenvolvem câncer de estômago?"

Roselene Macedo dos Santos

Estou com H pylory comecei a fazer o tramento os remédio são forte E normal sentei dor no estômago

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Roselene. Segundo o Dr. Alexandre de Sousa Carlos; “H. pylori é uma bactéria que atua no estômago, trazendo bastante desconforto local, principalmente com dor. Um dos maiores riscos dessa infecção é a formação de úlceras, que são lesões que provocam essas dores intensas.” Portanto, é importante retornar ao médico para que ele verifique, e se achar necessário, alterar o tratamento. Estimamos melhoras. Até a próxima!

Josilene Maria

Estou com h,pylori já comecei o tratamento, é normal sentir a boca amarga???

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Josilene.
O ideal é que procure seu médico para solicitar exames e identificar a causa do seu quadro, pois o gosto amargo na boca pode ter várias causas diferentes. Melhoras.

Luciano

Estou tratando apos ser diagnosticado com h pylori queria saber como peguei isso uns falam que se contamina ainda crianca e outros por saliva alimentos e posso ter passado para esposa e filha

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Luciano. A bactéria da H. pylori é causada por meio do contato com saliva, fezes ou alimentos contaminados, a recomendação é cuidar bastante da higiene pessoal, lavar bem os alimentos na hora do preparo e ter muita atenção com o que se come e bebe, para não acabar ingerindo algo contaminado.  Desejamos sucesso no seu tratamento. Abraços!

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.