Xarope: A dosagem excessiva pode ser prejudicial?


  • +A
  • -A
Imagem do post Xarope: A dosagem excessiva pode ser prejudicial?

Apesar de haver tipos diferentes de xaropes para o tratamento de tosse, no geral o uso em excesso pode ser prejudicial, assim como a maioria das coisas na vida (até mesmo a ingestão exagerada de água pode fazer mal). Entre os principais efeitos colaterais do uso excessivo de xaropes estão a boca seca, taquicardia e insônia.

Riscos do uso em excesso e dosagem ideal


“Dentre os xaropes de farmácia, podem-se destacar ainda como efeitos colaterais: hepatite, intestino preso e intoxicação. Esta última é rara, mas pode acontecer. Já os xaropes naturais podem causar desde ingestão inadequada de calorias em pessoas acima do peso até hiperglicemia (excesso de açúcar no sangue), em diabéticos. Além disso, certos produtos naturais poderem causar doença no fígado”, alerta o pneumologista Alexandre Kawassaki.

Segundo o médico, a dosagem ideal de xarope depende muito do medicamento. “Cada xarope tem sua dosagem ideal e deve ser tomada de acordo com a bula ou orientação médica. Para xaropes caseiros não há uma regra definida, sugere-se apenas que não haja excessos”, explica.

Atuação do xarope no organismo e cuidados com sua utilização


A principal ação da maioria dos xaropes é fluidificar a secreção resultante de tosse e gripe, facilitando consequentemente a expectoração. “Há também xaropes de farmácia que inibem o reflexo normal da tosse, um mecanismo de defesa do organismo, mas esses são indicados apenas para tosses secas irritativas. A maioria dos resfriados e gripes são combatidos pelo nosso próprio sistema de defesa”.

Usar apenas o xarope para uma tosse persistente pode tratar apenas esse sintoma e mascarar uma doença mais grave. Muitas doenças podem iniciar como se fosse um simples resfriado e o tratamento do sintoma adiar o correto diagnóstico. Por isso mesmo é muito importante que o paciente procure um médico quando a tosse não melhorar.

Dr. Alexandre de Melo Kawassaki é pneumologista formado pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), possui doutorado em Pneumologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) e atua na Clínica de Doenças Respiratórias Avançadas (CDRA). CRM: 117.803 – http://www.cdra.com.br

Foto: Shutterstock

TAGS
respiracao
tosse

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Xarope: A dosagem excessiva pode ser prejudicial?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.