Por que o consumo de vitamina D é tão importante para as gestantes?

  • +A
  • -A

A vitamina D é um nutriente essencial para a nossa saúde: além de ter papel importante no sistema imunológico, ela também é necessária para o bom funcionamento osteomuscular, ajudando a prevenir doenças como a osteoporose. Porém, para as mulheres grávidas, ela pode ser ainda mais importante! A ginecologista e obstetra Renata Franco conversou com a equipe do Cuidados Pela Vida sobre a importância da vitamina D para gestante. Confira!

Vitamina D: gestante pode evitar complicações e aborto espontâneo

 

Segundo Dra. Renata, os benefícios desse nutriente para a mulher grávida são muitos: “A vitamina D está intimamente associada ao metabolismo do cálcio, cuja demanda aumenta consideravelmente no terceiro trimestre da gestação devido ao desenvolvimento dos ossos fetais”. A médica explica ainda que “estudos sugerem, inclusive, associação da falta de vitamina D em gestante ao surgimento de complicações como pré-eclâmpsia, diabetes gestacional, baixo peso ao nascer, baixo ganho de peso do recém-nascido e doenças autoimunes e alérgicas”. 

Nas gestantes, a falta do nutriente aumenta o risco de aborto espontâneo e, por isso, sua suplementação é fortemente recomendada durante todo o pré-natal, a partir de uma dieta equilibrada e por meio da ingestão oral. 

Vale lembrar que o nutriente também é importante para o período anterior à gravidez, podendo ser crucial para a fertilidade da mulher: a deficiência de vitamina D, entre outros problemas, pode gerar dificuldades para engravidar. 

Recomendação de vitamina D para gestantes e lactantes

 

Dra. Renata também destaca a importância da vitamina D para a amamentação. “A amamentação é responsável pela nutrição do recém-nascido e a vitamina D é um dos componentes constituintes do leite materno. Há estudos que comparam a suplementação da lactante e a suplementação do recém-nascido, alguns dos quais sugerem que a suplementação da mãe já é suficiente para garantir estoques adequados de vitamina D em seus filhos”, explica a obstetra. O nutriente é fundamental para os pequenos, já que evita o raquitismo, doença que atinge os ossos e articulações.

Para suprir essa demanda, é importante focar em uma dieta com alimentos ricos em vitamina D para gestantes: peixes como bacalhau, salmão, atum e sardinha, bem como laticínios, ovo e fígado são boas opções para incluir no cardápio. Outro fator importante para manter o nível de vitamina D ideal é tomar sol diariamente: 15 minutos de exposição por dia já são suficientes para se manter saudável. Com relação à suplementação oral, no entanto, é necessário conversar com seu médico. “Toda gestante deve consultar seu obstetra sobre a dosagem e reposição dessa vitamina tão importante na gestação e amamentação”, recomenda a especialista. 

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dra. Renata Franco

Dra. Renata Franco

Ginecologia e Obstetrícia

CRM: 14846 / DF

TAGS
gravidez
suplementos
vitamina-d

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Por que o consumo de vitamina D é tão importante para as gestantes?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.