Aposentada mineira perde oito quilos em tratamento da apneia do sono


  • +A
  • -A
Imagem do post Aposentada mineira perde oito quilos em tratamento da apneia do sono

O sobrepeso e a obesidade são problemas de saúde e devem ser tratados com seriedade. Além de serem fator de risco para diabetes e problemas cardiovasculares, também podem prejudicar a saúde do sono. O excesso de peso é um dos principais fatores de risco para a apneia do sono, uma doença caracterizada pelo fechamento repetitivo da passagem do ar pela garganta e que gera pequenas pausas respiratórias durante o sono.

 

Apneia do sono pode provocar infartos

 

Segundo o neurologista e especialista em Medicina do Sono Shigueo Yonekura, a apneia do sono é uma doença grave e progressiva e deve ser tratada o quanto antes. “A apneia do sono pode provocar pressão alta, infarto do miocárdio, arritmias cardíacas, derrame cerebral, além de aumentar em sete vezes o risco de acidente de trânsito”, alerta o profissional.

Há três anos, Adélia R. L. H. foi diagnosticada com apneia do sono. “Eu engasgava muito durante a noite. Achava que tinha problema de garganta, mas procurei um médico e ele descobriu que tenho apneia”, afirma a aposentada de 54 anos. A doença também costuma causar roncos e deixar a boca seca.

 

Perda de peso faz parte do tratamento da apneia do sono

 

Como estava com sobrepeso, o médico recomendou que a moradora de Itaúna, em Minas Gerais, perdesse alguns quilos. Como parte do tratamento, prescreveu um medicamento para ajudar a emagrecer e ainda indicou a prática de atividades físicas, mas com cautela, já que sua paciente também tem trombose. Outra opção era utilizar o aparelho CPAP, que ajuda a respiração enquanto o paciente dorme.

Depois de iniciar o tratamento, a mineira conseguiu perder cerca de oito quilos. “Eu gostei muito. Consigo dormir muito melhor“, conta Adélia, que ainda fez grandes mudanças em sua alimentação, retirando de suas refeições, por exemplo, produtos com lactose. Ela ainda faz dança e outras atividades aeróbicas duas vezes na semana, para complementar o tratamento e conquistar uma melhor qualidade de vida.

 

Dr. Shigueo Yonekura é especialista em Medicina do Sono pelo Hospital das Clínicas da USP e é neurologista do Instituto de Medicina do Sono de Campinas e Piracicaba. CRM-SP: 44519

Foto: Shutterstock

TAGS
emagrecer
obesidade
sono

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Aposentada mineira perde oito quilos em tratamento da apneia do sono"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.